Say Hello!
Sê bem-vindo a Sydney Harbor!

Sydney é uma cidade com sol, calor e diversão, mas como em todas as cidades, há sempre um lado negro que espreita. Turista, residente ou apenas de passagem, é melhor ter cuidado ao passar pela cidade mais sedutora da Austrália.

Navegação
Últimos assuntos
» Oficina
14.02.18 22:16 por Daisy Stylinson

» Casa
29.01.18 12:51 por Selena Logde

» Quarto do Reece
29.01.18 12:47 por Alison Kennedy

» Starbucks
25.12.17 22:48 por Daisy Stylinson

» Pub
25.12.17 14:28 por Noah Walker

» Academia de Dança
24.12.17 16:14 por Charlotte Cooper

» Casa
24.12.17 12:29 por Reece Kennedy

» [B.I] Charlotte Cooper
22.12.17 22:50 por Charlotte Cooper

» Apartamento
22.12.17 22:40 por Daisy Stylinson


Discoteca

Página 7 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7

Ir em baixo

Discoteca

Mensagem por Sir Peter em 12.05.16 23:26

Relembrando a primeira mensagem :

avatar
Sir Peter
Admin


http://sydneyharbor.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Discoteca

Mensagem por Noah Dawson em 31.08.17 1:05

Respirei fundo, já sabia que não deveria ter saído de casa. Quando uma coisa corre mal, o resto do dia nunca corre bem. Já a minha mãe dizia que qualquer coisa que pode ocorrer mal, vai correr mal no pior momento possível; psicólogos.
Deixei que Blake assumisse o controlo e cuidasse de Betty, sabia que ela estava a estudar para ser médica, por isso devia saber mais que eu.
- Drogado? Não... eu deixei-a com um conhecido dela quando fui à casa de banho, só isso. - Fiz uma careta, tentando lembrar-me da cara do rapaz, nunca o tinha visto, mesmo ela tendo dito que o conhecia.
Observei a gaja a examiná-la e enfiei as mãos nos bolsos, desconfortável por não poder fazer nada para ajudar. Se Betty tivesse sido drogada as coisas não podiam ficar assim, por isso era melhor ela ir para o hospital fazer exames que concluíssem o que é que lhe tinham dado.
- Eu levo-a ao hospital, há pessoas que não têm o dinheiro para clínicas, princesinha. - Disse-lhe assim que ela me deu as suas opções, baixando-me para agarrar em Betty ao colo, que logo se ajustou ao meu pescoço, ainda adormecida. - Se vires o Steve diz-lhe onde fui. - Pedi antes de lhe virar costas.

avatar
Noah Dawson


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Discoteca

Mensagem por Blake Hill em 31.08.17 13:41

Não queria assumir nada tanto por parte do amigo, como por parte de Noah. Qualquer pessoa ali dentro a podia ter drogado. – Eu sei, não vivo num castelo. – Esses seus julgamentos davam uma mini-volta ao meu sistema nervoso. Afastei-me o suficiente para o moreno a conseguir pegar ao colo e olhei para ele mais uma vez. Certamente que não era a primeira vez que via alguém naquele estado, mas era seguramente a primeira vez que o via preocupado.

Por muito que fique descontente pelos estigmas que ele tem sobre mim, confesso que bem no fundo do meu subconsciente haja alguns por ele também. E vê-lo a cuidar de alguém meio que vai contra ao que grande parte das pessoas diz sobre ele, lá no fundo sempre tive esperança que fosse mentira. A imagem que pintam dele é bastante escura, mas eu começo a ver alguma cor lá. Embora ele tenha tentado mandar-me de volta para a discoteca e fingir que isto não tinha acontecido, eu não era capaz de o fazer. – Eu vou com vocês. – Avisei-o. O Steve já era grande, e sinceramente, não queria grandes conversas com ele.  - Dá-me só um minuto para ir buscar as minhas coisas. Tens alguma coisa tua lá dentro que possa ir buscar? – Perguntei enquanto rapidamente me tentava esguiar das pessoas que obstruíam o caminho.

---------- ❉ ----------

avatar
Blake Hill


About Me
Idade: 23 anos
Profissão: Médica Estagiária
Skills:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Discoteca

Mensagem por Noah Dawson em 31.08.17 14:15

Virei-me para trás quando a ouvi dizer que ia connosco. Abri a boca para dizer alguma coisa, mas acabei simplesmente por a ignorar. Tinha uma drogada inconsciente no colo e não estava com paciência para me chatear. Ela que viesse, não tinha que falar com ela, nem olhar para ela. - Não. - Respondi à sua pergunta, continuando sempre a andar, como se Blake não estivesse por perto. Fiz uma careta, ajeitando a rapariga que agora se remexia nos meus braços.
-Precisa de ajuda? - Perguntou-me um dos seguranças por quem passei, ao qual também não respondi. Como já tinha tudo pago, foi fácil sair sem qualquer problema.
Talvez o melhor fosse chamar uma ambulância, mas não queria causar um alarido tanto à volta de Betty como à minha. Olhei para trás, vendo Blake já com as suas coisas e segui para o meu carro, que não ficava muito longe do sítio onde estávamos. Parei perto do veículo, olhando de lado para a princesinha. - As chaves do carro estão no bolso das calças, à frente. - Informei, resignado a pedir-lhe ajuda. - Podes tirá-las?

---------- ❉ ----------

avatar
Noah Dawson


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Discoteca

Mensagem por Blake Hill em 31.08.17 19:10

Saí da discoteca com os meus pertences e procurei-os com o meu olhar. A madrugada estava a tornar-se fria, a brisa fazia a minha pele arrepiada e começava a desejar ter trazido um casaco comigo. O tempo de Sydney era inconstante e eu devia estar mais preparada para isso. Não demorou muito até os encontrar, andei um pouco mais depressa que o normal e mal os acalcei fitei a loira. Paramos perto de um carro que suspeitava ser o do Noah, para quem dava a entender que era pobre não demonstrava isso. Era um carro até decente…acho eu, também não percebo muito de carros, mas parece bonito.- Claro que estão aí. – Murmurei baixinho e coloquei as mãos dentro das calças dele, procurando as chaves o mais apressado que conseguia. Destranquei o carro e abri a porta de trás para que ele a pudesse colocar lá. – Eu vou aqui com ela. Se precisares de indicações diz-me. – Queria tentar ajudar mas não sabia  bem como. Entrei dentro do carro com cuidado para não a aleijar e coloquei a sua cabeça no meu colo. Estava a tentar preparar-me para possíveis acontecimentos, fazendo rolar vários cenários possíveis, como uma convulsão ou até uma paragem cardiorrespiratória. 
Durante uma boa parte da viagem palavras não se trocaram mas o silêncio estava a consumir-me. - De onde é que tu a conheces? - Acabei por perguntar, tentando preencher o desconhecido.

---------- ❉ ----------

avatar
Blake Hill


About Me
Idade: 23 anos
Profissão: Médica Estagiária
Skills:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Discoteca

Mensagem por Noah Dawson em 31.08.17 21:57

Coloquei Betty com cuidado no banco de trás do carro, vendo se não batia com a cabeça e ainda piorava a situação.
-Não preciso de indicações para ir ao hospital. - Revirei os olhos.
Deixei que Blake entrasse no carro, mas não lhe fechei a porta, não era seu motorista. Entrei finalmente no carro, colocando o cinto, e olhei para trás, para me certificar que estava tudo bem antes de ir. Felizmente, ela decidiu não meter conversa, preferia estar num silêncio constrangedor do que fazer conversa fiada. Muitos dos nossos amigos em comum comentavam que a minha hostilidade era um exagero, mas eu sabia o que tinha ouvido e, sinceramente, olhando apenas para ela, conseguia ver tudo o que me tinham dito. Ela irritava-me; não queria contacto com ela.
Soltei um suspiro, levando a mão ao cabelo quando ela me perguntou de onde é que conhecia Betty.
- Da discoteca, desde há duas horas atrás - respondi. Só me calhava a sorte grande, era o que era. Apertei as mãos ao volante, agradecendo pela cidade em que vivia tivesse um hospital em cada esquina. - Chegámos. Chamas os enfermeiros para a levarem? Tenho que levar o carro para outro lado, não posso estacionar aqui. - Não queria admitir que o facto dela ter vindo me facilitava a vida, então limitei-me a dar ordens.

---------- ❉ ----------

avatar
Noah Dawson


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Discoteca

Mensagem por Blake Hill em 31.08.17 23:19

Devia ter ficado calada, acho que simplesmente me esqueci do quão rude ele às vezes era. Para mim, era só um grande disfarce e com o desenrolar da noite consegui dar mais uns pontinhos a essa minha teoria. – Aww… - Murmurei após saber que ele só a conhecia há umas horas e já estava a ser tão prestável. – Vês? Por detrás dessa arrogância toda consegues ser uma pessoa altruísta! – Os meus lábios rasgaram-se num pequeno sorriso enquanto olhava para a cara esculpida do moreno.
Não demoramos muito mais tempo a chegar ao hospital. À medida que nos fomos aproximando da entrada das urgências comecei a sentá-la lentamente, de maneira a puder sair rapidamente e chamar alguém. Tal como ele me tinha instruído. – Claro que sim. Volto já. – Disse e mal consegui abri a porta e corri para a porta das urgências. Lá dentro estava um grande alarido, era uma noite cheia de pacientes e parecia que havia um tempo de espera bastante alto. Atravessei a porta que ligava a sala de espera à triagem e entrei no primeiro gabinete. - Alguém me pode ajudar? – Perguntei para um enfermeiro que prontamente se dispôs. – Boa noite. Eu preciso que vá buscar uma paciente ao carro, ela foi possivelmente drogada. Está sonolenta e tem a pulsação um pouco baixa. É mulher, tem por volta dos seus 21 anos. – Fui-lhe dando todos os dados que conseguia e guiei o enfermeiro e a sua maca até ao carro.

- Algum de vocês é familiar da moça? – Perguntou o enfermeiro, enquanto o ajudava a transferir a loira para a maca. Finalmente ouvia a sua voz, todo o caminho tinha estado apenas a anuir com a sua cabeça. Devo confessar que a sua voz parecia muito mais sexy na minha mente. 

---------- ❉ ----------

avatar
Blake Hill


About Me
Idade: 23 anos
Profissão: Médica Estagiária
Skills:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Discoteca

Mensagem por Noah Dawson em 31.08.17 23:41

Olhei pelo retrovisor para Blake, fazendo uma careta face às suas palavras, dizendo que era altruísta só por estar a ajudar a rapariga. Não disse nada, mas voltei a revirar os olhos. Não ia deixar uma rapariga drogada sozinha, ainda por cima, se isso fosse verdade, ela podia morrer ou acontecer uma coisa grave, pela qual não me iria desculpar se não a deixasse em segurança. As bocas que ela mandavam só me diziam mais que ela não era uma rapariga da qual devesse confiar.
Depois de Blake ter saído do carro, esperei até que alguém viesse ter connosco, vendo felizmente alguém chegar com a princesinha. Levantei as sobrancelhas quando me perguntou se alguém era familiar de Betty.
- Nem sei o último nome dela. - Disse, ajudando-a a tirá-la do carro quando ele me pediu.
- Não conhecem nenhum familiar, para que possamos falar com a família? - Perguntou o homem. Abanei a cabeça para responder e cruzei os braços ao vê-lo preparar a maca para andar. - Muito bem, se ficarem só podem estar na sala de esperar, depois daremos notícias. - Informou, indo embora sozinho. Fitei Blake e cruzei os braços ao peito.
- É melhor ligares a um táxi, eu vou ficar.

---------- ❉ ----------

avatar
Noah Dawson


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Discoteca

Mensagem por Noah Dawson em 09.09.17 21:18

Desculpa, pedia ela. Desculpa? Eu estava completamente lixado depois daquilo. Endireitei-me, ouvindo a voz de Jace pouco depois. Mesmo com tanto barulho era possível ouvi-lo como se estivesse próximo de nós, coisa que não estava. Afastei-me instintivamente de Blake, observando os olhos azuis loucos de raiva à nossa frente. No fundo, eu não tinha culpa, era o que me dizia a mim próprio, mas por alguma razão não deixava de me sentir culpado. Nunca traía amigos, por isso, sabendo que Jace ainda gostava dela, tê-la beijado nunca seria uma opção.
Ter-me afastado de Blake também não foi boa opção, já que ele aproveitou para se aproximar dela.
- Afasta-te, Jace. - Mandei, numa tentativa falhada que se afastasse. Em vez disso, ele acusou-me de já andar enrolado com ela. - Não...! - Tentei cortar-lhe a palavra, mas hesitei ao sentir Blake mais próxima de mim, a proteger-me com uma mão, mesmo que não houvesse como. Afastei-me, desta vez sem me sentir culpado, estava cada vez mais enervado com a situação. - Blake, cala-te! - Levei as mãos à cara, já suava por todo o lado. Ela tinha acabado de dizer que gostava de mim? Só podia estar a tentar desculpar-se a Jace, porque eu tratava-a tão mal que era impossível acontecer tal coisa. - Estás a fazer pior. - Avisei. A situação tinha escalado bastante rápido, primeiro ela beijava-me sem eu me aperceber, depois começavam a discutir um com o outro e Jace também me culpava pela situação, mas agora ele começava a ficar agressivo até nas palavras. Com álcool ele parecia transformar-se num louco.
- Está tudo bem - mesmo com toda a confusão, não queria que o segurança que tinha acabado de chegar se viesse meter entre nós, tudo iria acabar bem se Jace se limitasse a acalmar e a ir embora. Eu próprio o levaria a casa se isso o acalmasse. Felizmente, ele foi-se embora, depois de hesitar ao reparar na tensão que havia no ar, mas tudo piorou quando Jace se voltou a sentir confiante para abrir a boca. Ele estava a contar-lhe que eu tinha violado alguém, mas ninguém ali sabia da história toda a não ser ele. - Cala-te, Jace! - Mandei, com punhos cerrados prontos a lhe baterem. - Tu sabes o que- - fui interrompido quando Madeleine se chegou à frente e reparei na sua expressão. Ela também acreditava naquilo. - Mad... - murmurei, magoado por ela acreditar em tal coisa e, mesmo assim, se fazer a mim sem medos. Desviei o olhar para Blake que, de um momento para o outro, já estava a dizer que ia com ele. - Não! - Disse, mais firme do que qualquer outra palavra que já tinha dito. Agarrei-lhe na mão e puxei-a para longe de Jace. - Não vais sozinha com ele para lado nenhum. O Jace vai apanhar um táxi para casa e amanhã,
depois da ressaca, vai pensar no que fez hoje.

---------- ❉ ----------

avatar
Noah Dawson


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Discoteca

Mensagem por Blake Hill em 15.09.17 19:43

Tinha alguma noção de que com o beijo e a minha falsa dedicatória tinha piorado a situação bastante. Só queria pedir desculpas ao Noah e conseguir, de alguma forma, resolver as coisas. Mas havia, ao ir com Jace iria resolver tudo e deixar tudo em paz. Talvez não tudo.
A cara de Jace estava muito mais calma, mas até o seu sorriso me deixava medrosa. Era um desconforto terrível na boca do estomago que subia até à minha garganta, parecia que me estavam a apertar. Mais depressa ainda agiu Noah, que prontamente me agarrou, deixando toda a gente admirada.
Eu era ridiculamente fraca, parecia que precisava que me salvassem sempre de todas as situações e até percebo porque não gostam de mim. Precisava de encontrar mais garra e determinação. Até há uns anos, eu não percebia super-heróis. Tímidos no dia a dia, mas quando colocavam as suas capas, eram simplesmente capazes de tudo. Hoje percebo, quando visto a minha bata de médica, todas as minhas inseguranças voam e consigo ser mais determinada que esta sala toda junta.
A mão do moreno estava há demasiado tempo na minha, não que desgostasse, mas conseguia ver o semblante de Jace a ficar vermelho. – Ele vai ficar nervoso, e eu não quero que ninguém se aleije. – Expliquei ao moreno. A última coisa que queria, eram os dois no chão à porrada  – Está tudo bem, obrigada. – Não, não estava tudo bem. – Quer dizer… bebeste? – Perguntei enquanto retirava as chaves da minha mala. Até eu me surpreendi com a minha rápida mudança de atitude.

---------- ❉ ----------

avatar
Blake Hill


About Me
Idade: 23 anos
Profissão: Médica Estagiária
Skills:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Discoteca

Mensagem por Noah Dawson em 29.09.17 21:59

Tinha que me manter frio. Todos estavam a observar-me, as raparigas do nosso grupo tinham-se afastado um pouco, menos Mad, que apenas me fitava com os braços cruzados ao peito, encolhida em si própria. Respirei fundo, ainda a agarrar Blake e ouvi-a aconselhar-me afastar-me, por causa de Jace, mas ignorei. Ele estava cada vez mais nervosa, mas eu conseguia lidar com ele, quando acordasse no dia a seguir iria falar consigo. Larguei-lhe o braço para pousar ambas as mãos nos ombros, orientando-a para longe dele e começando a afastar-nos a ambos, com ela à minha frente, longe das mãos de Jace. - Amanhã falamos - disse entredentes, lançando-lhe um olhar não muito amigável.
Quando chegámos à rua, olhei para as chaves que ela já tinha na mãos e revirei os olhos para mim próprio. Claro que tinha bebido, mas depois do que tinha acontecido era como se já estivesse sóbrio. - Queres ir sozinha até casa ou deixas-me conduzir? - Perguntei num resmungo, esticando a minha mão. - Não bebi o suficiente para nos matar, descansa.

---------- ❉ ----------

avatar
Noah Dawson


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Discoteca

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 7 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum