Say Hello!
Sê bem-vindo a Sydney Harbor!

Sydney é uma cidade com sol, calor e diversão, mas como em todas as cidades, há sempre um lado negro que espreita. Turista, residente ou apenas de passagem, é melhor ter cuidado ao passar pela cidade mais sedutora da Austrália.

Navegação
Últimos assuntos
» Academia de Dança
Ontem à(s) 22:27 por Daisy Stylinson

» Oficina
14.02.18 22:16 por Daisy Stylinson

» Casa
29.01.18 12:51 por Selena Logde

» Quarto do Reece
29.01.18 12:47 por Alison Kennedy

» Starbucks
25.12.17 22:48 por Daisy Stylinson

» Pub
25.12.17 14:28 por Noah Walker

» Casa
24.12.17 12:29 por Reece Kennedy

» [B.I] Charlotte Cooper
22.12.17 22:50 por Charlotte Cooper

» Apartamento
22.12.17 22:40 por Daisy Stylinson


Universidade

Página 5 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ir em baixo

Universidade

Mensagem por Sir Peter em 12.05.16 23:14

Relembrando a primeira mensagem :



Última edição por Sir Peter em 23.06.16 16:02, editado 1 vez(es)
avatar
Sir Peter
Admin


http://sydneyharbor.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Universidade

Mensagem por Reece Kennedy em 06.11.16 0:43

Pela primeira vez na minha vida, eu nem sequer queria olhar para ela. De cada vez que me lembrava que ela tinha mesmo aceite ir com Will, ficava cego de tanta raiva que sentia. Por isso mesmo, não ia dizer nada, ia limitar-me a conduzir e a chegar a casa o mais depressa que conseguisse.

---------- ❉ ----------


They don't know about us
avatar
Reece Kennedy


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Universidade

Mensagem por Reece Kennedy em 06.11.16 1:34

Não me deixei surpreender pela resposta de Alison, era mais do que óbvio de que, depois de saber que ela ia com Will eu iria com Megan. Ainda assim, dirigi-lhe um revirar de olhos, não tecendo nenhum comentário. Limitei-me a descer as escadas e sair porta fora antes que algum dos meus pais decidisse aparecer. Eu sabia que o carro de Will ia estar lá fora, por isso mesmo, entrei no meu carro e saí da garagem sem olhar para onde quer que fosse. Conduzi até à casa de Megan, caminho que eu já conhecia bastante bem, e ainda não tinha estacionado, já ela estava à porta. Parei junto ao passeio, vendo-a dirigir-me aquele seu sorriso gigante e forcei-me a retribuir da melhor forma que consegui, vendo-a aproximar-se até entrar e se sentar.
- Olá.- cumprimentou, toda feliz, esticando-se até me beijar os lábios. Engoli em seco, ficando completamente estático.- fiquei muito contente por me teres convidado.- ela continuou, ignorando o facto de não a ter beijado.- acho que estamos a precisar de nos divertir, juntos.- retomei a marcha, deixando que falasse tudo o que lhe apetecesse.
- Eu estou é a precisar de beber.- respondi apenas, só voltando a parar quando, finalmente, chegámos à Universidade.

---------- ❉ ----------


They don't know about us
avatar
Reece Kennedy


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Universidade

Mensagem por Alison Kennedy em 06.11.16 10:10

Segui o Will até ao carro e sabia que ele estava a falar mas não conseguia ouvir uma única palavra do que ele estava a dizer. O meu cérebro continuava inundado de imagens do Reece com aquela estúpida. Queria parar de pensar naquilo mas não estava a conseguir, por mais que me tentasse distrair acabava sempre a pensar neles.
Fomos buscar a Evie que felizmente ajudou com que a viagem do carro se tornasse melhor enquanto ela ia falando com o Will e eu limitava-se a sorrir e a dizer monossílabos. Quando voltámos à universidade sentia-me ainda mais ansiosa e a minha única vontade era voltar para casa - Querem beber alguma coisa? - perguntei aos dois mal entrámos no edifício. Precisava mesmo de beber alguma coisa. O Will ainda se tentou oferecer para ir até ao bar mas eu precisava mesmo de me afastar por um bocadinho - Volto já então. - disse depois de ouvir os seus pedidos. Sabia que o mais certo era o Reece já ter chegado ali mas não queria ou conseguia olhar em volta e procurá-lo, precisava de beber, era só isso.

e.e:

---------- ❉ ----------


They don't know the truth about us
Ree ♡
avatar
Alison Kennedy


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Universidade

Mensagem por Reece Kennedy em 06.11.16 13:14

Como já seria de esperar, o pavilhão onde a festa tinha lugar estava cheio. Música aos altos berros, álcool e casais em cada canto era o que mais se via. Entrei lado a lado com Megan, que insistia em dar-me a mão e atrevi-me a olhar em volta, evitando, ainda assim, que o meu olhar procurasse por Alison. Se não a encontrasse durante toda a noite, podia ser que me conseguisse divertir minimamente.
- Queres beber alguma coisa? - perguntei-lhe, afastando-me ligeiramente para que os nossos dedos se soltassem.
- Pode ser o mesmo que tu.- Megan respondeu, voltando a aproximar-se para me abraçar a cintura.- mas quero um beijo primeiro.
- Megan.- suspirei.- eu já te disse para parares com isto.- resmunguei, agarrando-lhe nos ombros para a afastar.- eu vou buscar as bebidas, já volto.- ainda a vi abrir a boca para me responder, mas eu virei costas antes que isso acontecesse. E, para mal dos meus pecados, assim que me aproximei do bar, uma silhueta bastante familiar captou a minha atenção. Era Ali. Ainda pensei em virar costas e esperar que ela saísse dali, mas estava mesmo a precisar de beber.
- São três cervejas, por favor.- pedi, enquanto me encostava ao balcão e esforcei-me por ignorar a sua presença.

---------- ❉ ----------


They don't know about us
avatar
Reece Kennedy


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Universidade

Mensagem por Alison Kennedy em 06.11.16 14:41

Estava à espera das minhas bebidas quando ouvi a voz do Reece mesmo ao meu lado. Mordi o lábio inferior com força sem querer imaginar sequer que ele estaria ali com a outra pendurada a ele mas estava demasiado silêncio para a Megan estar ali com ele. De qualquer das formas eles tinham vindo juntos e por isso ela não estaria muito longe. Virei-me lentamente na sua direção e tentei perceber onde a víbora estava, encontrando-a a alguns metros a falar com o bando de amigas. Odiava estar chateada com ele mas não conseguia parar de o imaginar com a Megan e de me relembrar que ainda na noite anterior ela tinha estado lá a dormir, em nossa casa, na cama dele. Sorri ao empregado quando trouxe as bebidas e equilibrei os três copos na mão antes de olhar para o Reece - Diverte-te. - disse-lhe antes de me afastar, desejo para distribuir as bebidas ao Will e à Evie para começar a emborcar a minha.

---------- ❉ ----------


They don't know the truth about us
Ree ♡
avatar
Alison Kennedy


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Universidade

Mensagem por Reece Kennedy em 06.11.16 19:11

Assim que as palavras de Ali se fizeram ouvir por cima da música, o meu maxilar cerrou-se de forma instantânea.
- Sim, tu também.- murmurei, sem ter a certeza de me ter feito ouvir, mas também não queria saber. Não ia deixar que aquilo estragasse ainda mais a minha noite. Esperei que me entregassem as bebidas, não hesitando em beber uma das cervejas de rajada e só depois agarrei nas outras duas, indo ao encontro de Megan.
- Estava a ver que não! - ouvi-a queixar-se, ao mesmo tempo que lhe estendia a sua bebida.
- Desculpa, o bar estava cheio.- menti, começando a beber da garrafa que tinha na mão e assim que o meu olhar se ergueu, foi novamente parar sob Ali, que se encontrava mais perto do que aquilo que eu estava à espera. Apertei a garrafa na minha mão, sentindo logo a cerveja azedar e antes que me descontrolasse novamente, como tinha acontecido de manhã, agarrei a mão livre de Megan, puxando-a mais para mim.- anda, vamos dançar.- disse apenas, colando os meus lábios aos seus e encaminhei-nos depois para o meio da multidão. Eu só estava a usá-la, e nem sabia muito bem porquê. Mas de cada vez que pensava em Alison, ficava cego de raiva.

---------- ❉ ----------


They don't know about us
avatar
Reece Kennedy


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Universidade

Mensagem por Alison Kennedy em 06.11.16 19:20

Entreguei os copos à Evie e ao Will que falavam animadamente e era mais do que evidente que se estavam a dar bastante bem. Ficava feliz porque a Evie tinha uma paixoneta por ele desde sempre e estava ali a oportunidade dela. Tal como na viagem de carro limitei-me a estar junto a eles, ouvir partes das conversas deles enquanto sorria e respondia em monossílabos, a diferença agora é que tinha álcool na mão e isso era ótimo para o estado em que me sentia mas só fazia com que bebesse a uma velocidade descomunal. Quando o meu olhar parou no Reece a dançar com a Megan completamente encostada a ele e com a quantidade de álcool que já tinha no sangue, só tive tempo de me virar para o Will e a Evie - Vou dançar. - disse apenas antes de me afastar para o meio da confusão de corpos e agarrar-me ao primeiro rapaz sozinho que encontrei.

---------- ❉ ----------


They don't know the truth about us
Ree ♡
avatar
Alison Kennedy


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Universidade

Mensagem por Reece Kennedy em 27.11.16 13:58

Para ser sincero, nem mesmo o álcool me estava a ajudar. Sempre que tentava que os meus pensamentos se inebriassem, eles só ficavam mais nítidos e preenchidos por Ali. Fechei os olhos com força, esforçando-me por acompanhar a dança de Megan, mas assim que os voltei a abrir, não foi o seu corpo que eu observei.
- Mas que merda? - murmurei, ao perceber que não era Will quem agarrava Alison e quando dei por mim, já Megan se encontrava sozinha na pista.- mas o que é que tu pensas que estás a fazer? - rosnei, agarrando o braço da minha irmã assim que me aproximei.- onde é que está o Will?

---------- ❉ ----------


They don't know about us
avatar
Reece Kennedy


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Universidade

Mensagem por Alison Kennedy em 27.11.16 14:22

Nem sequer sabia o nome do rapaz com quem estava a dançar e ele estava a falar-me ao ouvido mas nem sequer percebia, ou me interessa em perceber, o que ele dizia. Só queria dançar e esquecer o facto do Reece ter as mãos na nojenta da Megan. Com tanta gente tinha logo de estar com ela! Como se o facto de ele estar com outra ajudasse...
Acordei dos meus devaneios quando senti o meu braço a ser agarrado e o Reece em cima de mim - Estou a dançar. - respondi com um revirar de olhos - O Will está com a Evie. - respondi apontando para onde eles estavam - Qual é o teu problema?! - perguntei irritada.

---------- ❉ ----------


They don't know the truth about us
Ree ♡
avatar
Alison Kennedy


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Universidade

Mensagem por Reece Kennedy em 02.12.16 22:31

Eu não conseguia evitar. Por mais que tentasse esquecê-la, mesmo que fosse só por uma noite, eu não conseguia, era impossível.
- O meu problema é estares agarrada a um gajo que nem sequer conheces.- rosnei, forçando-me a largar-lhe o braço, antes que a magoasse.
- Meu, eu vi-a primeiro.- e quando eu pensava que a noite não podia piorar, o gajo nojento que antes agarra Ali, teve a triste ideia de falar.
- Primeiro.- e antes que ele desse por isso, eu já o estava a agarrar pelo colarinho.- ela não é um objecto.- cuspi.- e segundo, eu já cá estava muito antes de tu chegares.- murmurei, empurrando-o logo de seguida.- por isso, desaparece! - e assim que me livrei dele, voltei a agarrar na minha irmã.- e nós vamos para casa.

---------- ❉ ----------


They don't know about us
avatar
Reece Kennedy


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Universidade

Mensagem por Alison Kennedy em 02.12.16 22:36

Num momento o Reece estava agarrado a mim e no seguinte já estava agarrado ao rapaz com quem tinha estado a dançar. Aquela noite não podia ficar melhor. Revirei os olhos quando o rapaz desapareceu e o Reece voltou a sua atenção para mim e disse que íamos embora - Não quero ir embora. - disse em tom mimado - E tu não devias estar com a tua amiga? - perguntei em tom azedo.

---------- ❉ ----------


They don't know the truth about us
Ree ♡
avatar
Alison Kennedy


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Universidade

Mensagem por Reece Kennedy em 03.12.16 22:55

- Eu não perguntei se querias.- disse de rajada, ao ouvir a resposta de Ali.- eu disse que íamos embora.- murmurei, ainda a agarrar-lhe no braço. Cheirava-se ao longe o aroma do álcool que emanava do seu corpo, o que seria a única explicação plausível para o facto de ela estar agarrada a um gajo qualquer. E para além de ela já não estar sóbria, eu não queria estar ali. Já chegava de merda por um dia. Revirei os olhos ao ouvi-la perguntar por Megan e aproveitei para me aproximar, encostando durante breves segundos a minha testa à sua.- não.- sussurrei.- eu devia estar contigo.- e assim que terminei de falar, abri os olhos para conseguir fitar os seus.- podemos ir para casa, por favor?

---------- ❉ ----------


They don't know about us
avatar
Reece Kennedy


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Universidade

Mensagem por Alison Kennedy em 03.12.16 23:01

Abri a boca pronta para lhe responder novamente mas não cheguei a fazê-lo quando o senti o corpo do Reece contra o meu e as nossas testas juntas tal como fazíamos sempre desde miúdos. Naqueles segundos parecia que não havia ali mais ninguém a não ser nós os dois e não me importava com mais nada. Abri os olhos e mantive o meu olhar fixo no dele antes de assentir - Está bem, vamos.

---------- ❉ ----------


They don't know the truth about us
Ree ♡
avatar
Alison Kennedy


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Universidade

Mensagem por Reece Kennedy em 06.02.17 22:15

Antes que me perdesse completamente no tempo e nunca mais largasse a minha irmã, esperei apenas até que me fizesse a vontade para depois a largar e assentir. O que mais queria naquele momento era sair daquela maldita festa. Eu já não tinha vontade de lá ter metido os pés, mas agora ainda estava mais arrependido. Retirei as chaves do carro do bolso de trás das calças e apressei-me a atravessar aquele mar de gente para conseguir chegar ao meu carro e enfiar-me em casa. Estava farto de pessoas.

---------- ❉ ----------


They don't know about us
avatar
Reece Kennedy


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Universidade

Mensagem por Alison Kennedy em 06.02.17 22:51

Caminhei atrás do Reece para fora da universidade, passando por toda aquela confusão de pessoas. Encolhi-me assim que o ar frio me bateu na pele e entrei no carro mal tive a oportunidade - Não devias levar a tua amiga a casa? - perguntei em tom azedo.

---------- ❉ ----------


They don't know the truth about us
Ree ♡
avatar
Alison Kennedy


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Universidade

Mensagem por Reece Kennedy em 06.02.17 23:19

Assim que entrámos os dois no carro, apressei-me a liga-lo e a arrancar em direcção a casa. Não tinha mais tempo a perder, nem queria. Liguei o rádio, apenas para que tivéssemos alguma música ambiente e quando ouvi a pergunta de Alison, limitei-me a revirar os olhos, nem me dando ao trabalho de a olhar.
- Porquê, o teu amigo também ficou de te levar a casa? - respondi-lhe no mesmo tom, cerrando instantaneamente o maxilar. Só de me lembrar daquele gajo ficava fora de mim.

---------- ❉ ----------


They don't know about us
avatar
Reece Kennedy


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Universidade

Mensagem por Alison Kennedy em 06.02.17 23:26

Agradeci silenciosamente por o Reece ter ligado o rádio, pelo menos havia algo que melhorava aquele silêncio e aquele nosso humor. Ajeitei-me no banco do carro, brincando com o botão da janela e revirei os olhos quando ele virou a pergunta para mim - O Will ficou com a Evie. A tua amiga também arranjou um namorado novo? - o álcool deixava-me a língua demasiado solta e toda aquela irritação estava a deixar-me uma cabra. Paciência, ele merecia.

---------- ❉ ----------


They don't know the truth about us
Ree ♡
avatar
Alison Kennedy


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Universidade

Mensagem por Reece Kennedy em 06.02.17 23:34

Cada vez que a minha mente recuava até ao momento em que vi aquele gajo completamente agarrado a Alison, eu ficava com uma vontade tão grande de partir tudo o que estivesse à minha volta que eu nem sabia o que fazer para me controlar. Por isso mesmo, limitei-me a apertar o volante com as minhas mãos e estacionar o carro dentro da garagem, assim que chegámos a casa.
- Não sei.- respondi.- nem quero saber.- murmurei.- na verdade, pareces-me mais interessada do que eu em saber.- atirei.- mas se quiseres posso sempre mandar-lhe mensagem a perguntar.- acrescentei num tom seco, saindo do carro depois de o ter desligado.

---------- ❉ ----------


They don't know about us
avatar
Reece Kennedy


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Universidade

Mensagem por Luke Corden em 28.08.17 1:48

Somente a palavra droga chegava para que as minhas mãos se enroscassem em forma de punho. Gerava um género de revolta dentro de mim.
As escolhas são importantes na nossa vida. Todos podemos concordar com isso. Então como? Como é que o caralho das pessoas decide prender-se a algo tão inútil como aquilo? Aquilo é simplesmente um ato de chamar a atenção, de fraqueza pura e crua.
A Eva era fodidamente carente, eu sentia-o a milhas. Mesmo por de trás daquela sua pseudo-frieza, que para mim não surtia nenhum efeito. Mentira, irritava-me como a merda.
- Que eu saiba não assinamos nenhum contrato que reivindicasse isso. – Semicerrei os meus olhos e larguei-a, deixando-a encostada à parede enquanto a água fria cessava vagarosamente. A sua atitude mudou com o parar da água, parecia ter ficado zangada ou pesarosa com o que tinha dito. Mas que se foda, quero lá saber. Faz a merda e depois não sabe ouvir as verdades. Se é grande para fumar, é grande para ouvir dizer que é uma drogada de merda. – Não sei porque choras. Eu sei que fumas essas merdas e isso já me deixa com bastante espaço para te julgar. – A atitude dela estava a deixar-me raivoso. Apetecia-me esmurrar tudo a minha volta ou sair daquele sítio e não ter que a aturar nem mais um segundo. – Foda-se Eva! – A sua silhueta ficava mais nítida a cada passo que dava até mim. A sua boca movimentava-se com a sua fala, mas o que ela dizia apenas me fazia querer pagodeá-la. – Tu? – Soltei uma pequena gargalhada.- Achas que me estás a ofender? Achas mesmo? Caralho! Eu nunca te prometi um coração bondoso, não sei porque raio convives comigo! Estou farto destas merdas. – Aproximei-me dela, não sem antes olhar o meu estado exaltado no espelho. As veias perto das têmporas estavam inchadas e os meus olhos pareciam os dela, raiados de sangue. – Como quiseres. Vai caralho! – Estava farto da sua atitude e não queria mais saber dela para nada. Atirei de volta o seu casaco, sem querer saber onde é que ele caia. Mas que caralho é que ela pensa que é? Foda-se. Não tenho que cuidar de ninguém, fiz mais do que faria por alguém! Quase que me preocupei... é por isso que não quero saber de pessoas. Ingratas da merda, drogadas de merda. Não merecem sequer o meu pensamento, quanto mais a minha preocupação. – Vai caralho! – Rosnei.
Deixei-a sair da casa de banho primeiro. Abri a torneira, e embora ainda estivesse molhado com o duche de há pouco, lavei a cara. Numa tentativa de aliviar um pouco a tensão. Como seria de esperar não resultou em nada. Estava demasiado chateado para querer fazer tudo. Caralho, estava demasiado chateado até para foder. Ela já me tinha fodido a noite e o que eu queria fazer era esmurrar alguém.
Quando sai da casa de banho procurei a saída, foquei a porta e empurrei quem se encontrava a minha frente. Não sei quem eram, não sei se caíram e também não quero saber. E se alguém se quisesse pegar, estava só a fazer-me um grande favor. Desfiguravas-lhe a cara num instante. Foda-se Eva, que caralho!
Com o avançar da madrugada a temperatura desceu, a minha roupa molhada intensificava o frio e a única coisa que conseguia pensar naquele momento era o conforto do meu Porsche.

---------- ❉ ----------


avatar
Luke Corden


About Me
Idade: 22
Profissão: Estudante
Skills:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Universidade

Mensagem por Eva Stone em 28.08.17 2:03

Não ouvi nem mais uma palavra vinda de Luke. Não conseguia. O meu corpo estava demasiado alterado e acelerado para que eu me importasse a ouvir o que quer que fosse. Mas quem era ele para me julgar pelas minhas escolhas? Ninguém tinha esse direito, porque eu também não me metia nas escolhas de ninguém. Bati com a porta da casa de banho assim que saí da mesma e só percebi que já tinha saído do pavilhão onde a festa decorria quando senti uma leve brisa acalmar-me o rosto. Acho que foi também nesse momento que me apercebi do quão quente o meu corpo estava. Estava demasiado nervosa para pensar no que quer que fosse. E o que mais me irritava era o facto de uma pessoa ter a capacidade de mexer comigo desta forma. Ainda por uma cima uma pessoa de merda como ele. Não podia ser. Nunca tinha deixado que alguém me perturbasse desta forma, e não ia ser agora que o ia permitir. Passei as mãos pela cara, ao mesmo tempo que respirava fundo e continuei a andar, com o objetivo de me afastar o máximo possível dele e daquele lugar. Só queria desaparecer dali, ainda que não me apetecesse ir para casa. Mas, sinceramente, já nem sabia o que era pior. E não sei se foi obra do destino, mas assim que me voltei a concentrar nos meus passos, deparei-me com o carro de Luke estacionado mesmo à minha frente. Claro que era o carro mais brilhante e espalhafatoso daquele lugar, mas já nem isso me admirava. Só me apetecia riscá-lo e...Espera lá!
Mordisquei o meu lábio inferior ao aproximar-me daquele porshe tão vistoso e quando dei por mim já tinha o meu batom vermelho na mão, prontinho a dar uma nova roupagem àquele automóvel.
- Vai-te fuder, Luke Corden.- rosnei, enquanto desenroscava o batom e depois de olhar para trás, para me certificar de que estava sozinha, comecei a dar asas à imaginação. Para começar, risquei o carro em toda a sua extensão. Depois, no vidro principal, esforcei-me por escrever a frase que me tinha escapado pelos lábios, com a caligrafia mais bonita que consegui. E muita sorte tinha ele de não lhe ter furado nenhum pneu.

---------- ❉ ----------

''The marks humans leave are too often scars''
avatar
Eva Stone


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Universidade

Mensagem por Luke Corden em 28.08.17 18:15

Foda-se. Estava com frio. Sentia o meu corpo rijo como a merda, devia estar fodidamente sexy.
Resistam meninas que o máximo que consigo fazer é bater no vosso namorado. Espancar é uma palavra mais exata. Coloquei as mãos nos bolsos das minhas calças molhadas e continuei a andar pela estrada fora até conseguir avistar o meu carro, que estranhamente tinha uma criatura a mexer nele. Corri um pouco e à medida que me ia aproximando comecei a decifrar o vulto. Caralho. Agarrei nas mãos da morena e encostei-a contra o carro. – Caralho, Eva. Se fosses um gajo estavas numa cama de hospital. – Rosnei e encostei-a mais junto ao carro. – Vou te meter no carro e vais lavar essa merda. –  Se ela me quer foder, esta não é a abordagem mais correta. O meu corpo tremia contra ela. Não de frio, mas sim de nervos. – Eu nem sei o que posso fazer contigo. Para de te comportar com uma pita, foda-se. – Peguei no corpo dela e coloquei-a dentro do carro, mal o consegui abrir. Nem queria acreditar que o meu bebé estava riscado com batom de quinta categoria. – Mas tu pensas que és quem caralho? – Gritei mal entrei dentro do carro e tranquei as portas. – Drogada de merda. Nem te atrevas a abrir a boca. – Ajustei-lhe o cinto de segurança, um pouco mais apertado que o costume e deixei as suas mãos debaixo do ajuste da anca. Estava mais do que furioso com ela, não conseguia sequer olhar para a sua cara.
Arranquei a uma velocidade muito acima do permitido, as curvas apertadas pareciam um alívio aquando equiparado com a presença de peões.  Quero lá saber dessa merda de gente e o caralho. Eu sou um ótimo condutor, se ficarem por baixo dele é porque são idiotas. Quem é que atravessa a estrada quando vem um carro a … 210 km/h? Só um estupido. Talvez a possa por no meio da estrada e passar por cima dela umas cinco vezes. As primeiras quatro para ter a certeza. Não sabia onde ela morava, mas só de pensar que tinha que ouvir a sua voz de novo continuei a guiar. A minha casa estava fora de questão, não a queria perto das minhas coisas novamente. – Vou te deixar algures na cidade. Desenrasca-te. – Avisei-a.

---------- ❉ ----------


avatar
Luke Corden


About Me
Idade: 22
Profissão: Estudante
Skills:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Universidade

Mensagem por Eva Stone em 28.08.17 18:50

Eu estava tão irritada, tão fora de mim, que eu mal conseguia pensar no que estava a fazer. Só me apetecia dar cabo daquele carro, parti-lo aos bocadinhos, já que não tinha tido oportunidade de fazer o mesmo à sua cara. Mas quem é que ele pensava que era? Ele metia-me tanto nojo que estar a pensar nele naquele momento só me dava ainda força para continuar a riscar-lhe o carro. Aliás, só não o continuei a fazer porque, de um momento para o outro, o meu corpo foi encostado contra o mesmo, ao mesmo tempo que uma voz já demasiado familiar se fazia ouvir. Eu não precisava sequer de olhar para saber que era Luke. Infelizmente o seu cheiro já estava tão entranhado em mim que nem o odor a tabaco me fazia vacilar.
- Larga-me! - rosnei, assim que o senti agarrar-me.- eu não tenho medo de ti.- cuspi, debatendo-me contra as suas mãos.- tu achas que metes medo e que toda a gente tem medo de ti, mas eu não tenho! - continuei, fixando o meu olhar no seu sem qualquer tipo de receio.- queres bater em mim, é? - sorri de forma cínica.- podes fazê-lo, não serias o primeiro.- e assim que esta frase me escapou pelos lábios, as lágrimas ameaçaram cair, mas eu não permiti que isso acontecesse. Não ali à sua frente. Só havia uma pessoa da qual eu tinha medo, e essa pessoa não era ele.- eu não te vou limpar merda nenhuma! - afirmei, ao mesmo tempo que deixava de sentir o frio da rua para sentir o aconchego do seu carro.- e deixa-me sair daqui! - e bem que me tentei defender, mas ele conseguia ter mais força do que eu.- eu quero ir embora, caralho, não preciso da tua boleia para nada! - insisti, vendo-o entrar no carro também. Eu estava cega de tanta raiva que estava a sentir naquele momento. Eu só me queria soltar daquele cinto e sair daquele carro. Sair daquele carro e nunca mais ter de olhar para a cara dele. Ele tirava-me do sério, ele fazia com que me transformasse em algo que eu nem reconhecia. Mexi-me de forma violenta contra o seu cinto, de forma a conseguir soltar as minhas mãos, e esforcei-me por não soltar nenhum gemido de dor ao senti-las feridas, de tão apertado que estava o cinto.
- Eu não quero que me deixes em sítio nenhum! - respondi, depois de o ouvir dizer que me ia deixar na cidade.- eu quero que pares a merda do carro e me deixes sair! - exclamei, ainda com o coração aos saltos.- drogada ou não, eu sei o caminho para casa, não preciso das tuas boleias de merda nos teus carros de merda.- cuspi, sabendo perfeitamente que o estava a irritar.- deixa-me sair, Luke! Desaparece da minha vida!

---------- ❉ ----------

''The marks humans leave are too often scars''
avatar
Eva Stone


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Universidade

Mensagem por Luke Corden em 28.08.17 19:31

Estava tão furioso que tinha perdido completamente a minha visão lateral e tudo o que via estava a passar por mim a uma velocidade tão grande que já não distinguia detalhes.
A sua voz misturava-se com o barulho supremo do motor, tornando um dos meus sons favoritos em algo completamente insuportável. Juro que se ela me dissesse que queria sair mais uma vez parava naquele mesmo local. – Foda-se caralho. Se dizes isso mais uma vez deixo-te mesmo a berma da estrada. Pode ser que encontres o teu dealer ou o caralho. – Aproximávamo-nos de uma zona residencial mas nem isso me fez diminuir a velocidade, as lombas criavam instabilidade no veiculo e até eu já começava a achar esta condução perigosa.- Mas queres que eu paro? Eu paro caralho. – Dito isto travei a fundo, a física tratou de arremessar os nossos corpos contra o banco. Vamos agradecer ao sistema de travagem por ter prendido os nossos corpos quando esses se lançaram para a frente, não queria morrer nem pagar pelo funeral da mimada. – Podes crer que desapareço. Obrigada por mais uma vez me teres feito que tenho razão e que as pessoas são todas uma grande merda ingrata. – Desapertei-lhe o cinto e destranquei a porta do veiculo. – Sai caralho! - Ordenei e atirei o seu batom vermelho para o meio da estrada, com intenções de o esmagar de seguida. E já ser o batom estávamos com sorte.

---------- ❉ ----------


avatar
Luke Corden


About Me
Idade: 22
Profissão: Estudante
Skills:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Universidade

Mensagem por Eva Stone em 28.08.17 21:13

Eu estava tão perdida e descontrolada que só me apercebi do quão perigosa estava a condução de Luke quando ele travou a fundo depois de eu lhe pedir que me deixasse sair.
- Mas tu estás-te a passar? - gritei-lhe, com as unhas cravadas no cinto, como se aquilo me fosse proteger de alguma forma.- se quiseres morrer estás à vontade, mas morre sozinho.- revirei os olhos. Eu não queria ir para casa, mas, sinceramente, tudo começava a ser melhor do que estar ali fechada com ele. Desviei o meu olhar para a estrada, assim que percebi que estávamos realmente parados e quando dei por mim, já Luke me estava a desapertar o cinto.- finalmente, caralho.- resmunguei, no tom mais rude que consegui, e estava prestes a sair do carro, quando ouvi a sua resposta. Eu juro que me estava a tentar acalmar, mas aquele caralho não ajudava. Eu é que aturava as merdas dele e eu é que era ingrata? Soltei uma gargalhada.- sabes, Luke.- comecei, proferindo cada letrinha do seu nome.- se calhar as pessoas são ingratas para ti porque tu és uma merda para elas.- cuspi, sentindo as palavras arranharem-me a garganta e só depois saí do carro.- tu vais acabar sozinho.- murmurei.- mas quando te aperceberes disso, já vai ser tarde demais.- dirigi-lhe o meu sorriso mais cínico, ao mesmo tempo que lhe fechava a porta do carro, e antes de me afastar daquele sítio, apanhei o meu batom do chão, atirando-o contra o seu vidro.- vai-te fuder, Luke Corden.- e por muito estranho que pudesse parecer, aquelas palavras saíram muito mais calmas do que aquilo que seria de esperar. Já não o podia ver à frente, e estava-me a cagar para qual poderia ser a sua reacção. Antes que ele pudesse fazer o que quer que fosse, eu já não estaria mais ali.

---------- ❉ ----------

''The marks humans leave are too often scars''
avatar
Eva Stone


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Universidade

Mensagem por Luke Corden em 29.08.17 0:11

Gajas. Dizem todas as mesmas coisas, as mesmas merdas. Todas com os mesmos problemas. Eu vejo aqui uma falta de originalidade.
Eu sei que vou morrer sozinho e não me chateia absolutamente nada. Até é algo que me cria um certo conformismo e eu nem sou gajo disso. Mas estou farto como a merda de ouvir isso. Porque é que morrer sozinho incomoda tanto alguém? Foda-se, só de pensar que não tenho que aturar ninguém quando for velho até tenho vontade de lá chegar, isto é claro, com uma dose valente de viagra. Adorava morrer com uma modelo montada, com uns bons faróis... Ingrato? Ingrato o caralho. Só me faltava ouvir isso de alguém. O que eu menos sou é ingrato, aturo as gajas. Oiço-as antes de foder e ainda me dou ao luxo de pagar hotéis e o caralho. Ingratas são elas. Eu sou o Luke  fucking Corden, quem me fode tem a vida dada como grata. Fechei o vidro e tentei passar a mensagem de que a tinha ignorado. Eu a ela não iria dirigir nenhuma palavra. Eva Stone morreste para mim no dia em que me fodeste os cornos e o carro. Não bastou muito para que ouvisse algo a embater contra o vidro do carro. - Estás estúpida? - Perguntei alto, mesmo sabendo que nunca me iria ouvir. Neste momento estava tão enervado que o melhor era ir embora. 
Arranquei com o carro novamente, não queria saber onde é que ela estava nem como iria chegar a casa. Se não fosse púdica até era capaz de arranjar  maneira de chegar lá mais rápido, a esta hora o que não falta são desesperados com a pica na testa./FIM.
avatar
Luke Corden


About Me
Idade: 22
Profissão: Estudante
Skills:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Universidade

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 5 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum