Say Hello!
Sê bem-vindo a Sydney Harbor!

Sydney é uma cidade com sol, calor e diversão, mas como em todas as cidades, há sempre um lado negro que espreita. Turista, residente ou apenas de passagem, é melhor ter cuidado ao passar pela cidade mais sedutora da Austrália.

Navegação
Últimos assuntos
» Oficina
14.02.18 22:16 por Daisy Stylinson

» Casa
29.01.18 12:51 por Selena Logde

» Quarto do Reece
29.01.18 12:47 por Alison Kennedy

» Starbucks
25.12.17 22:48 por Daisy Stylinson

» Pub
25.12.17 14:28 por Noah Walker

» Academia de Dança
24.12.17 16:14 por Charlotte Cooper

» Casa
24.12.17 12:29 por Reece Kennedy

» [B.I] Charlotte Cooper
22.12.17 22:50 por Charlotte Cooper

» Apartamento
22.12.17 22:40 por Daisy Stylinson


China Doll Restaurant

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ir em baixo

China Doll Restaurant

Mensagem por Sir Peter em 12.05.16 23:09

Relembrando a primeira mensagem :

avatar
Sir Peter
Admin


http://sydneyharbor.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: China Doll Restaurant

Mensagem por Tyrone King em 11.07.16 1:41

— Foram esses gorilas que impediram muita coisa... — Murmurei ao recordar a muita merda que passei. Mostrei-me o mais indiferente possível, encolhendo os ombros. — Hm, por acaso, não... Porquê? — Bebi mais um pouco e desviei ligeiramente o olhar.

---------- ❉ ----------

XO.

avatar
Tyrone King


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: China Doll Restaurant

Mensagem por Natasha Hadid em 11.07.16 1:43

Mordi o meu lábio inferior a medo e olhei-o de forma a analisar as suas expressões. - Ele foi ter comigo a Londres... - Comecei por dizer e cocei a cabeça.

---------- ❉ ----------

I love you
without knowing how
avatar
Natasha Hadid


About Me
Idade: 23
Profissão: Modelo
Skills: Lutadora | Ambiciosa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: China Doll Restaurant

Mensagem por Tyrone King em 11.07.16 1:47

Olhei-a, com o meu ar mais sério. Mas no nível mais elevado de seriedade! — Hmm... Então e o que é que ele te queria? Se foi ter contigo é porque estiveram juntos e falaram... — Mantive o mesmo ar, olhando-a nos olhos.

---------- ❉ ----------

XO.

avatar
Tyrone King


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: China Doll Restaurant

Mensagem por Natasha Hadid em 11.07.16 1:57

- Sim ele veio com uma conversa de que o tinhas mandado vir ver se estava já com alguém novo e se te tinha tirado da cabeça. Disse que tu lhe tinhas dito que até ele tinha porta aberta para se aproximar de mim. - Contei com cautela não fosse ele querer mandar tudo ao ar. - Achei estranho, andava cheio de manias e a tentar certas coisas... - Encolhi os ombros.

---------- ❉ ----------

I love you
without knowing how
avatar
Natasha Hadid


About Me
Idade: 23
Profissão: Modelo
Skills: Lutadora | Ambiciosa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: China Doll Restaurant

Mensagem por Tyrone King em 11.07.16 2:02

Fechei as mãos com bastante força e olhei para o lado, respirando fundo e fazendo aquela merda do "contar até dez". — Tudo tretas. — Acabei por resmungar, sem me conseguir conter sequer. Bebi o resto que ainda tinha no copo e pousei-o na mesa com alguma força.
— Come... Disseste que tinhas fome. — Mudei de assunto, graças a ter reparado no seu prato ainda cheio de comida.

---------- ❉ ----------

XO.

avatar
Tyrone King


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: China Doll Restaurant

Mensagem por Natasha Hadid em 11.07.16 2:03

- Não quero comer... - Murmurei olhando depois para o meu prato intacto. - Podemos ir embora? - Pedi enquanto pousava o guardanapo de pano sobre a mesa. Era raro eu fazer uma refeição decente já há muito tempo!

---------- ❉ ----------

I love you
without knowing how
avatar
Natasha Hadid


About Me
Idade: 23
Profissão: Modelo
Skills: Lutadora | Ambiciosa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: China Doll Restaurant

Mensagem por Tyrone King em 11.07.16 2:07

— Mas precisas. Tens emagrecido bastante ultimamente... — Suspirei e acabei por assentir, fazendo sinal ao empregado para trazer a conta. — Ele não voltou a falar contigo depois disso? Não se viram mais? — Perguntei calmamente. "Calmamente"...

---------- ❉ ----------

XO.

avatar
Tyrone King


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: China Doll Restaurant

Mensagem por Natasha Hadid em 11.07.16 2:13

- Ele envia-me mensagens de vez em quando a querer saber onde estou e diz que gostou daquela e da outra sessão que fiz e merdas. - Revirei os olhos. - Nunca lhe respondi a nenhuma mas ele como sabe que vejo, faz sempre questão de comentar algo. Tyrone só comenta as minhas fotos com menos roupa. Controla-o por favor! - Pedi quase que desesperada. Ele chegava a ser irritante!

---------- ❉ ----------

I love you
without knowing how
avatar
Natasha Hadid


About Me
Idade: 23
Profissão: Modelo
Skills: Lutadora | Ambiciosa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: China Doll Restaurant

Mensagem por Tyrone King em 11.07.16 2:19

— Ainda não o consegui enterrar bem fundo na terra. Aí é que eu o vou conseguir controlar bem. — Resmunguei com uma certa fúria e novamente com aquela seriedade de quem tem um olhar que mata. — Tenho andado a tratar disso mas está difícil pelos vistos. Mas ele qualquer dia perde a cabeça, alguém a vai arrancar. Alguém cujo nome comece por T.

---------- ❉ ----------

XO.

avatar
Tyrone King


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: China Doll Restaurant

Mensagem por Natasha Hadid em 11.07.16 2:24

- Tyrone! - Bati na mesa arrepiada com o que ele dissera. Odiava este tipo de comentários, deixava-me de coração nas mãos. Não pelos outros mas por ele! - Pára com isso, vamos embora... - Pedi levantando-me da minha cadeira calmamente.

---------- ❉ ----------

I love you
without knowing how
avatar
Natasha Hadid


About Me
Idade: 23
Profissão: Modelo
Skills: Lutadora | Ambiciosa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: China Doll Restaurant

Mensagem por Tyrone King em 11.07.16 2:29

Suspirei, deixando a fúria desvanecer um pouco. Não gosto de a ver assim, nem de a preocupar. Nem devo, não posso! Mas ando a guardar e a aguentar isto tudo há muito...
Levantei-me depois de deixar dinheiro na mesa e aproximei-me dela, dando-lhe a mão. Puxei-a para mim e dei-lhe um beijo na testa. — Vamos? Para onde queres ir?

---------- ❉ ----------

XO.

avatar
Tyrone King


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: China Doll Restaurant

Mensagem por Natasha Hadid em 11.07.16 2:34

Fechei os olhos enquanto os seus lábios pousaram na minha testa e desfrutei daquele momento como se pudesse ser o último mimo da minha vida. Segurei a sua camisola com a mão vaga e ergui por fim o olhar. - Qualquer sítio desde que me deixes dormir contigo... - Pedi num tom de voz calmo e um tanto mimado.

---------- ❉ ----------

I love you
without knowing how
avatar
Natasha Hadid


About Me
Idade: 23
Profissão: Modelo
Skills: Lutadora | Ambiciosa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: China Doll Restaurant

Mensagem por Tyrone King em 11.07.16 2:41

Sorri-lhe de forma algo carinhosa e assenti. — Está bem babe, já vejo para onde vamos. Estares comigo é mais... Seguro. — Atrevi-me a dizê-lo e segurei bem na sua mão, saindo com ela.

---------- ❉ ----------

XO.

avatar
Tyrone King


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: China Doll Restaurant

Mensagem por Natasha Hadid em 11.07.16 2:42

- Essa piadinha disfarçada... - Neguei com a cabeça e soltei uma pequena risada. - Não podemos ir para tua casa? - Questionei curiosa com a indecisão na escolha do local para onde ir.

---------- ❉ ----------

I love you
without knowing how
avatar
Natasha Hadid


About Me
Idade: 23
Profissão: Modelo
Skills: Lutadora | Ambiciosa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: China Doll Restaurant

Mensagem por Tyrone King em 11.07.16 2:47

Encolhi os ombros com um sorriso divertido. Não podia dizer muito mais ali, num sítio tão público. — Estava a pensar irmos para aquele hotel chique que tu adoras. Mas se quiseres podemos ir para a minha casa, sim...

---------- ❉ ----------

XO.

avatar
Tyrone King


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: China Doll Restaurant

Mensagem por Natasha Hadid em 11.07.16 17:55

- Não, ando farta de hotéis, preciso de uma casa. - Afirmei fazendo uma leve careta. Sorri depois ao relembrar-me da pequena grande fera que ele tinha em casa e isso ainda me deixou mais entusiasmada. - Vamos, quero ver a Beast, ela deve estar enorme! - Agarrei no braço dele e puxei-o literalmente até ao exterior do restaurante.

---------- ❉ ----------

I love you
without knowing how
avatar
Natasha Hadid


About Me
Idade: 23
Profissão: Modelo
Skills: Lutadora | Ambiciosa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: China Doll Restaurant

Mensagem por Tyrone King em 11.07.16 18:58

Assenti, rindo quando falou de Beast. — Oh, e eu tenho a certeza que está com grandes saudades tuas! Sendo assim vamos para a minha casa. Tenho o meu carro aqui perto, chegamos lá num instante. — Sorri-lhe e fui então com ela para casa.

Encerrado.

---------- ❉ ----------

XO.

avatar
Tyrone King


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: China Doll Restaurant

Mensagem por Noah Dawson em 01.09.17 23:42

No dia seguinte ainda tinha um peso na consciência por causa de ter deixado Blake sozinha à espera do táxi, ou do que quer que ela tenha chamado para ir para casa. Mesmo sendo detestável, continuava a ser uma rapariga e, não querendo ser machista, mais facilmente acontece alguma coisa a uma mulher sozinha na rua do que a um rapaz. Felizmente, durante a tarde andei tão ocupado que me consegui esquecer do assunto, prometendo a mim mesmo que a levaria, não precisava de lhe dar conversa para o fazer.
Eu chegava sempre atrasado a jantares - tomava banho à hora a que devia estar na mesa e só saía de casa quando me estavam a telefonar a implorar para chegar porque tinham fome.
O espaço do restaurante onde íamos festejar o aniversário de Madeleine era num espaço em que tínhamos que ir bem arranjados ou não entravamos. Eu preferia a pizza hut, mas com raparigas de alta categoria teria que comer e calar. Vesti então um casaco branco para parecer bem e ajeitei o cabelo antes de sair, viajando a máxima velocidade até ao local.
- Nome. - Pediu o empregado à entrada.
- Noah Dawson, venho para a festa de Madeleine French. - Informei. O homem rapidamente me deixou entrar e outro levou-me até à mesa.
- Finalmente, pareces uma noiva! - Reclamou Steven assim que me viu.
- Nunca ouviste falar em estar fashionably late? - Gozei, sentando-me no lugar designado, ao lado de Steven e em frente a Jace. Esse, fez-me lembrar de Blake, ainda tinha que averiguar se ela estava bem ou tinha acontecido alguma coisa, por muito que tentasse que as pessoas me passassem ao lado não conseguia deixar de me preocupar. Mas podia fingir. Ela estava mais longe e perto da aniversariante, mas Jace não parava de olhar para ela.
Fiz uma careta para mim próprio e decidi afastar-me da confusão, desviando a minha atenção para a anfitriã.
- Parabéns, Mad. Tenho que te dar o meu presente. - Pisquei-lhe o olho, vendo-a corar.

---------- ❉ ----------

avatar
Noah Dawson


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: China Doll Restaurant

Mensagem por Blake Hill em 02.09.17 6:13

O cansaço acusava-se na minha cara, tinha passado mais tempo a disfarçar os papos debaixo dos olhos do que a fazer o meu próprio cabelo. Queria ter caprichado um pouco mais no meu visual, mas estava completamente de rastos. Se a Mads não fosse praticamente família não teria vindo, tinha passado a noite a fazer banco nas urgências e devido a isso tinha dormido no máximo umas três horas em dois dias.
Não tive muito tempo para me arranjar. Tinha deixado o meu cabelo secar ao natural com um spray de sal que daria mais volume e o deixaria ligeiramente ondulado. O meu vestido era azul bebé e estava preso apenas por duas fitas que enlaçavam atrás do pescoço, quando o vesti achei que era boa ideia não levar sutiã…estou um pouco arrependida de ter tomado essa decisão. Os meus pés estavam tão inchados que a única coisa que consegui calçar foram uns saltos de cunha  que não tinham fitas que se prendessem aos meus pés, pois elas simplesmente não me serviriam num dia destes.
Enquanto esperávamos por Noah consegui colocar a conversa em dia com quase toda a gente da mesa, devo confessar que fiquei bastante agradecida por terem colocado Jace na outra ponta . Era impressão minha ou ele estava a olhar demasiado para mim? Espero que não, só o ocorrer desse infortuno pensamento me faz querer ir embora dali a correr. Já não via o moreno desde o hospital queria saber se tinha chegado bem a casa ou se precisava de alguma coisa, dizem que as más noticias correm depressa – e a mim não me tinha chegado nenhuma. Quando este entrou pela porta do restaurante fiquei incrédula com todo o charme que só agora tinha reparado, a roupa assentava-lhe lindamente e o seu cabelo estava especialmente bem arranjado. Uau. Mesmo assim, não percebo a reação das raparigas quando o veem, é bonito, mas não é Deus. Especialmente a reação da aniversariante, a cara dela passou por todas as cores até ficar encarnada.
Queria ter feito mais do que olhar para ele de longe da mesa, mas contive-me e decidi cumprimenta-lo mais tarde, acho que seria constrangido para todos se me ignorasse. Quem continuava a não me ignorar era Jace, estava a começar a ficar nervosa e nem eu bem sabia o porquê. A voz do meu ex estava demasiado alta e isso só pode significar que ele andou a beber um pouco mais, só espero que não se lembre de fazer um escândalo em público e num dos meus restaurantes favoritos.
Quando Mads fez sinal para o empregado de mesa este aproximou-se com uma ligeira extra animação, uma gorjeta de um grupo de meninos ricos era o natal deles. Pergunto-me se receberão bem, é que os preços que pagamos aqui deviam dar para que tivessem um ordenado decente. Olá, Boa noite. Eu quero a lasanha vegan, por favor e uma garrafa de meio litro de água natural. - Precisava rapidamente de hidratos de carbono. – Obrigada.- Agradeci por ter apontado o meu pedido e continuei a ouvir as conversas animadas que estavam a ter. A minha cabeça estava apoiada pelo braço e por vezes sentia os meus olhos a querem fechar, não faço a mínima ideia se os chegava mesmo a fechar ou não.
Aos poucos e poucos foram trazendo a nossa comida, cheirava tudo lindamente e, ao contrário do que se pensava, este restaurante trás uma boa quantia de comida. Embora eu seja bastante magra como bastante e adoro comer, especialmente verduras e frutas. No meio de tanta conversa acabamos por demorar uma eternidade a acabar o jantar. Em seguida veio o bolo. Levantei-me enquanto cantavam os parabéns e andei com o telemóvel a filmar em volta da mesa, passando rapidamente por todos. Até que uma mão me agarrou. Ao primeiro impacto, pensei que tinha sido uma das raparigas a brincar comigo, mas à medida que me fui virando vim a descobri que tinha sido o meu pior pesadelo. Estava tudo de volta da canção e ninguém nos estava a prestar atenção, eu espero que não…pelo menos não queria arruinar o momento de ninguém. A sua mão tinha agarrado a minha coxa e teimava em querer subir pelo meu vestido acima.Para. – Pedi baixo e tentei afastar-me de Jace.
-Eu não vou parar. Eu quero-te e não aguento passar mais tempo sem ti…olha o que me fazes fazer. Por grande sorte, a sua voz pouco se fez ouvir. Vieste assim vestida estavas à espera do quê? Parecia que tinha voltado uns meses atrás e estava a ouvir isto pela primeira vez.
-Estava à espera que não agisses assim. Estás bêbedo outra vez. Constatei e pisei-lhe o pé, fazendo com que a sua mão largasse a minha coxa.-Tinhas prometido que ias parar. - Só agora é que tinha percebido a força que ele tinha exercido contra mim, conseguia senti-la um pouco a latejar.
- Como se tu te preocupasses com alguém sem ser o teu enorme umbigo. Queres o quê? Dinheiro? Eu pago-te para sexo se é isso que queres. – A sua voz saiu tão alto que a atenção se voltou toda para nós. Conseguia sentir as minhas bochechas a arder e só me apetecia fugir dali. – Estás com vergonha? No quarto não parecias nada envergonhada…falsa púdica. – Mexe-te Blake. Tinha ficado sem reação e conseguia sentir os meus olhos a doerem de tal a resistência que estava a fazer para suprimir as lágrimas. – Tu és uma grande puta que andaste enrolada com todos. Não sei o que era pior, se o silêncio que estavam todos a fazer ou as palavras que saiam da boca dele. Ao pé dele sentia-me tão pequena e inútil. Ele levantou-se com dificuldades devido à sua embriaguez e aproximou-se mais de mim. Porque raio é que não me conseguia mexer? Parecia que estava colada ao chão e que tinha hera envolta nos meus pés.

Estava a passar a maior vergonha da minha vida, isto nunca tinha acontecido em frente de ninguém conhecido. Conseguia sentir o olhar fixo das pessoas em nós mas não conseguia olhar para ninguém.

---------- ❉ ----------

avatar
Blake Hill


About Me
Idade: 23 anos
Profissão: Médica Estagiária
Skills:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: China Doll Restaurant

Mensagem por Noah Dawson em 05.09.17 22:22

Madeleine não era assim tão inocente quanto parecia, conseguia sentir o seu pé a tocar-me propositadamente na perna. Estando eu ao lado de Steve e Jace tive que a fitar, para ter a certeza de que ela não se estava a enganar, isso seria constrangedor. Os seus olhos estavam em mim, o que significava que era mesmo para mim e que alguém se ia dar bem hoje. Sorri-lhe, mas o momento foi interrompido pelo empregado, que nos veio perguntar se já podia servir. O nosso pedido ia enquadrar-se no menu banquete, que a aniversariante tinha pedido especialmente para nós, Blake era a única que ia pedir outra coisa, já que era vegetariana e havia comidas que tinham alimentos que não podia comer. Assenti para que a comida pudesse começar a ser servida. Não tinha comido quase nada durante o dia para me preparar para o sashimi maravilhoso que iria ser servido.
Abri a boca para começar uma conversa com Madeleine, mas Steve cotovelou-me com uma risada e recomeçou a falar da única coisa que sabia - desporto. Eu gostava de fazer os meus exercícios diários mas isso era tudo o que sabia de atividades desportivas. Mesmo assim, não consegui ser rude o suficiente para ignorá-lo enquanto jantávamos, mas fui comendo que nem um animal, limitando-me ao silêncio que desculpava por ter a boca cheia e não querer ser indelicado.
Assim que Steve acabou por se fartar de falar sozinho, olhei a nossa mesa de amigos, ficando-me entre Jace e Madeleine, para ver o que ambos faziam. Madeleine tinha ficado amuada com a minha falta de atenção, mas Jace era quem mais me estava a preocupar, intrigava-me os olhares que mandava à ex-namorada. Ele estava visivelmente bêbedo e ainda podia fazer alguma coisa que se pudesse arrepender.
- Eu já volto - disse, ajeitando o casaco que tinha vestido e provocando a aniversariante com um sorriso maroto. Fui até à casa de banho fazer as minhas necessidades e, quando saí, surpreendi-me - ou não - ao ver Madeleine à minha espera. Estava encostada à parede com uma pose que mostrava mais do que tapava. - Mad...
- Estava com saudades - sorriu, aproximando-se de mim e pousando as mãos no meu peito. Sem os saltos altos, ela e eu devíamos ter quase duas cabeças de diferença, mas ela não deixava de ser bonita. - Noah, o que queres fazer depois do jantar? - Perguntou, beijando-me o canto do lábio. Isso foi o bastante para o meu sorriso rapidamente desaparecer e afastar-me ligeiramente.
- O quão bêbeda estás tu, Mad? - Perguntei, sentindo ainda o cheiro perto de mim.
- Só um bocadinho - admitiu a rir-se, não era só um bocadinho. - Agora que comi estou melhor. Graças ao teu grande atraso, fui pedido bebidas e alguns de nós exageraram - admitiu, voltando a abraçar-me. Soltei um pequeno suspiro, pensando na minha sorte com raparigas bêbedas, e afaguei-lhe as costas.
- Eu não beijo ninguém que esteja embriagado, já me meti em problemas por causa disso. - Ela afastou-se, de sobrancelhas juntas. - Mas pode ficar para outro dia.
- Hoje é a minha festa de anos, Noah! - Reclamou. Levei os dedos à cana do nariz e suspirei.
- Não estivesses bêbeda - foi a única coisa que consegui dizer antes de voltar à mesa, já sem paciência.
Nesse momento, Blake levantou-se e, por momentos, pensei que fosse para se retirar, já farta de ser encarada por Jace, mas pouco tempos depois, voltou com um bolo nas mãos. Rapidamente eles começaram a cantar os parabéns, eu fiquei-me pelas palmas, a minha voz não dava para muito. Mad não sorriu muito, ainda amuada, mas agradeceu a todos depois de soprar as velas.
Quando estava a tirar um bocado de bolo para mim, apesar de não gostar muito desses tipos de doces, reparei em Jace, que tinha puxado Blake para perto dele. Ela não parecia muito feliz com isso, pelo contrário, a sua expressão pedia por ajuda. Deixei-me encostado à cadeira, o ambiente tinha ficado tenso, mas ninguém, nem as amigas de Blake, faziam alguma coisa para acabar com aquilo. Jace também não estava bem para ser contrariado, apesar de ser seu amigo, sabia que podia ser violento quando estava podre de bêbedo.
- Jace. - Chamei o seu nome quando achei que já estava a ser demais. Alguém tinha que o fazer, por menos que gostasse da rapariga, ele não devia fazer um escândalo quando estávamos todos a tentar ter um bom momento. O rapaz fitou-me, com os olhos malucos. - Deixa-a estar, estás bêbedo, falam depois.
- Deixa-me, Noah. Tu podes ter todas as que queres, mas não vais ter esta.

Cerrei a mão em punho e debrucei-me sobre a mesa.
- Larga-a, ou mais alguém vai intervir... - Mandei, vendo o segurança olhar para a nossa mesa. Ele cerrou o maxilar e olhou para trás, acabando por largá-la e levantar-se.
- Parabéns, Madeleine. - Disse antes de sair.

---------- ❉ ----------

avatar
Noah Dawson


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: China Doll Restaurant

Mensagem por Blake Hill em 06.09.17 0:01

Nós passamos a imagem que queremos maior parte das vezes. Eu escolho passar a imagem de que nada de mal se passa na minha vida e as pessoas tendem a interpretar isso como se a minha vida fosse um conto de fadas e que por isso sou fútil. A razão pela qual eu tomo essa decisão é que, ao relativizar os meus problemas e tentar ver o lado positivo deles, ajuda-me a clarificar as ideias e a tomar decisões melhores e mais corretas.
Desta vez estava difícil, estava a tentar esconder que aquele momento me tinha afetado mas estava difícil, principalmente porque tinha os olhos repletos de lágrimas que felizmente não se deixavam cair. Não estava a conseguir ver o lado bom desta situação e estava com demasiado medo de Jace. Pareceu uma eternidade até Noah intervir e me ajudar nesta situação, eu quero pensar que o estava a fazer por mim e não pelo seu amigo. Nem quando Jace abandonou a sala o meu coração ficou menos pesado, agora a adrenalina estava a cair e eu estava a tomar uma consciência maior do acontecimento. Felizmente, tudo pareceu querer ignorar a situação e rapidamente se levantaram para ir pagar e seguir para a festa. Muito discretamente lá me iam perguntando se estava tudo bem, mas as palavras não me saiam apenas assentia e tentava esboçar o meu melhor sorriso – que estava bem longe de o ser. -Obrigada. – Murmurei quando Noah passou por mim, espero que se tenha ouvido porque a minha voz não saiu projetada como queria. Não me apetecia muito sair e continuar para a festa, mas se não fosse iria expor um lado meu que as pessoas desconheciam. Só precisava de uns minutos para me acalmar.
Uma coisa é certa, a minha aversão ao álcool tinha crescido esta noite.

---------- ❉ ----------

avatar
Blake Hill


About Me
Idade: 23 anos
Profissão: Médica Estagiária
Skills:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: China Doll Restaurant

Mensagem por Noah Dawson em 06.09.17 0:21

As pessoas começaram a levantar-se, mas o meu olhar não saiu de Blake. Agora era eu que me estava a enervar. Depois de tanto tempo a conseguir ignorá-la, mesmo estando no meu grupo de amigos, de um dia para o outro já tinha que ser obrigado a falar com ela duas vezes, desta vez, para a "salvar".
Ela estava de rastos, isso não dava para fingir, nem mesmo ela. Conseguia ver bem os seus olhos claros e a forma como brilhavam, mas mais ninguém parecia notar. Sempre fora assim? Eu também fora assim tão cego? Juntei as sobrancelhas, perguntando-me se ela era sempre tão desvalorizada pelas pessoas que a rodeavam. Estávamos numa festa, mas podiam parar e ver se realmente estava tudo bem com ela. Não?
Levantei-me por último, ouvindo o seu obrigada na minha direção. Parei e virei-me para si; podia continuar e aceitar o seu agradecimento, ou podia continuar o meu arrogante self.
- Queres boleia? - Perguntei, não mostrando grande preocupação na minha voz. Mesmo querendo distância, não ia cometer o mesmo erro da noite de ontem e agora ainda tinha mais um fator para a ajudar. Por mais que Jace fosse meu amigo, ele ficava descontrolado quando bebia, não podia ignorar o facto dele poder ir atrás dela e magoá-la mais.

---------- ❉ ----------

avatar
Noah Dawson


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: China Doll Restaurant

Mensagem por Blake Hill em 06.09.17 0:44

Quando ele se virou para mim juro que consegui rever no olhar dele um tanto de preocupação. Não gosto de me gabar, mas eu estava certa quanto a ele e até agora foi a única coisa que positiva que encontrava naquela confusão toda.
Eu não ficava triste pelo facto das pessoas não se preocuparem mais, até agradecia. Ninguém tinha que levar com os meus problemas e eu não queria ser a amiga chata do grupo. Fico imensamente incomodada quando provoco mal-estar a alguém. Nem que seja apenas por ter chateado alguém. – Para onde? – O meu cérebro parecia ter-se desligado, demorei até me conseguir situar no presente momento. – Desculpa, claro que quero! – Abanei um pouco a cabeça e vasculhei as chaves do Porsche do meu avô. Se ele sonha que lhe estou a emprestar as chaves do seu 911 ele nunca mais mo empresta. Quando o meu carro foi para arranjar ele prontamente enviou um dos dele, felizmente não tinha nenhuma cor garrida e passava um pouco despercebido. – Estão aqui as chaves… - Avisei-o e abanei com as chaves perto da sua mão. Tentava pensar nos prós e contras, mas os meus pensamentos estavam altamente bloqueados.
Paguei a conta rapidamente e deixei uma gorjeta jeitosa em tom de pedir desculpa pelo que se tinha sucedido. Eu gostava muito deste restaurante e, portanto, não queria ser banida. Caminhei atrás dele e quando saímos do restaurante apontei para o carro preto onde supostamente, e se ele quisesse, iríamos seguir viagem. Confesso que nem me ocorreu que ele tivesse trazido o seu carro. Agarrei o seu braço, e o que começou num gesto pequeno e sem grande importância acabou num abraço. – Obrigada. – Murmurei novamente e deixei-me continuar enlaçada no seu corpo até ele o romper, estava a precisar de um abraço e de uma chávena de chá. Parecia ter-me esquecido na pouca afinidade que temos, mas vi nele uma espécie de conforto. – Tenta não bater com o carro, o meu avô deserda-me. – Tentei gracejar, sem grande feito.

---------- ❉ ----------

avatar
Blake Hill


About Me
Idade: 23 anos
Profissão: Médica Estagiária
Skills:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: China Doll Restaurant

Mensagem por Noah Dawson em 06.09.17 11:29

Levantei uma sobrancelha, vendo que estava desorientada e distraída, mas não precisei de explicar, já que ela acabou por entender para onde é que a queria levar. Mesmo assim, a minha careta persistiu assim que ela me pôs uma chave nas mãos. Ia dizer que tinha o carro estacionado mesmo em frente ao restaurante, mas ela nem me deu tempo, dirigindo-se ao balcão para pagar a conta. Paguei a minha parte de mau grado e fui à sua frente, mesmo não sabendo onde é que estava o seu carro. - Sabes que... - calei-me quando ela apontou para um sítio específico do parque da estacionamento. Não era um aficionado por carros, mas adorava clássicos. Se bem me lembrava, aquele não era o seu carro, mas fiquei caladinho, mesmo que ela estivesse a dizer indiretamente que não queria andar mais no meu carro, eu queria andar naquela beleza.
Estava distraído com os meus pensamentos sobre o carro quando senti dois braços à minha volta. Fitei-a, sentindo-me desconfortável com a proximidade, mas não me afastei de imediato, só o fazendo depois de começar a ficar estranho para mim - o que era quase desde o início, mas eu aguento sofrimento.
- Já agradeceste - disse, entrando por fim, ficando mais afastado dela - não faço promeças que não posso cumprir.

---------- ❉ ----------

avatar
Noah Dawson


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: China Doll Restaurant

Mensagem por Blake Hill em 06.09.17 22:10

O quente do seu corpo reconfortava-me. Se soubesse disto antes, tinha-o agarrado mais cedo, esta noite. Mesmo assim, conseguia senti-lo rijo de tal desconforto, esse que acabou por interromper o meu abraço. – O mínimo que posso fazer é agradecer-te. – Expliquei-lhe num tom mais percetível. – Não quero que faças promessas às quais não possas cumprir...por isso promete. – Gracejei um pouco e esperei que ele abrisse o carro. O meu perfume era daqueles que ficava em todo o lado, só tinham o carro há um dia e já cheirava a mim. Por segundos, esperei que me fosse abrir a porta, depois tomei consciência da minha atitude e abri-a rapidamente. – Mete o cinto, por favor. – Pedi enquanto me sentava no lugar do pendura e colocava o meu próprio cinto de segurança.
Encostei-me ao banco e virei a cara contra o vidro que estava ao meu lado. Os pensamentos não demoraram a assombrar-me e comecei a reviver toda a minha ex-relação.
Eu nunca fui loucamente apaixonada por ele, não houve nenhum momento em que pensei dizer que o amava, nunca me enchi de felicidade quando o ouvia dizer que me amava. Acho que parte de mim sempre esteve em alerta. Fui descobrindo partes de roupa que não me pertenciam e cada vez desmarcava mais coisas comigo, parra não falar que raramente havia um momento em que estivesse sóbrio. Foi quando lhe confrontei com as peças de roupa que a sua atitude mudou, pensei tantas vezes que a culpa tivesse sido minha. Que eu não era boa o suficiente para ele e que ele era obrigado a procurar noutras pessoas algo que não encontrava em mim e que precisava. Claro, que estava redondamente enganada.
Nunca me bateu, a única vez que excedeu completamente os limites foi quando me empurrou porque não queria estar com ele. A sua força estava completamente mascarada pelo álcool e nem ele sabia a força que tinha no momento, quando caí ele começou a chorar e foi embora.
Tinha sido o momento perfeito para o deixar, mas não o fiz. Fui atrás dele e implorei para que fosse para uma clínica para que se curasse, ele prometeu que ia e em troca eu fiquei com ele. Só que já não conseguia estar com ele, da maneira que ele queria pelo menos. Quando me apercebi que estava a tornar-se abusivo ao ponto de eu não querer mais sair de casa e quando deixei de fazer as coisas que gostava por ele, decidi afastar-me.
Passaram dois meses e hoje consegui reviver muita coisa numa noite, algo que ocultei para que ninguém soubesse desta vergonha. Sentia-me humilhada e destruída da novo, todos os velhos sentimentos tinham voltado e nem uma noite numa das minhas discotecas favoritas pareciam amenizar a situação.


---------- ❉ ----------

avatar
Blake Hill


About Me
Idade: 23 anos
Profissão: Médica Estagiária
Skills:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: China Doll Restaurant

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum