Say Hello!
Sê bem-vindo a Sydney Harbor!

Sydney é uma cidade com sol, calor e diversão, mas como em todas as cidades, há sempre um lado negro que espreita. Turista, residente ou apenas de passagem, é melhor ter cuidado ao passar pela cidade mais sedutora da Austrália.

Navegação
Últimos assuntos
» Apartamento
19.11.18 21:42 por Daisy Stylinson

» Quarto do Reece
01.11.18 19:19 por Alison Kennedy

» Casa
01.11.18 19:19 por Selena Logde

» Academia de Dança
27.08.18 16:02 por Daisy Stylinson

» Oficina
14.02.18 22:16 por Daisy Stylinson

» Starbucks
25.12.17 22:48 por Daisy Stylinson

» Pub
25.12.17 14:28 por Noah Walker

» Casa
24.12.17 12:29 por Reece Kennedy

» [B.I] Charlotte Cooper
22.12.17 22:50 por Charlotte Cooper


Ruby's Diner

Página 1 de 5 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ir em baixo

Ruby's Diner

Mensagem por Sir Peter em 12.05.16 21:46

avatar
Sir Peter
Admin


http://sydneyharbor.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruby's Diner

Mensagem por Carter Rivers em 16.06.16 21:41

-Idiota. Fode-te. Fode-te. Fode-te. - Murmurei, com uma mão no flanco para tentar aliviar a dor aguda nas minhas costelas. A única coisa que conseguia pensar, para tentar esquecer o pesadelo que estava a ser a noite, era em maneiras de empalar o homem que me tinha deixado com dificuldades em respirar. A cada passo que dava, a minha respiração acelerava, e a dor tornava-se insuportável ao ponto de ter os olhos pesados de lágrimas, sem as conseguir soltar porque não queria que ninguém reparasse. Era de noite, mas a rua era iluminava e havia pessoas a olharem de lado para mim.
Não devia ter saído de casa, mas alguém ficaria se estivesse na minha situação? Olhei para o diner que frequentava quando queria pensar, e entrei devagar, com a cabeça baixa e tapada pelo capuz do casaco.
avatar
Carter Rivers


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruby's Diner

Mensagem por Ruby Rose em 16.06.16 21:54

- Paige? - levantei a cabeça de repente, quando senti uma mão pousar no meu ombro e já só tive tempo de me afastar num salto, sentindo o meu coração disparar dentro do peito.- credo rapariga, não te queria assustar, mas já te chamei tantas vezes...- Gloria tinha o mesmo olhar de sempre. Dúvida. Era tudo o que conseguia ver espelhado no mesmo. Dúvida por me ter contratado e, acima de tudo, um monte de dúvidas em relação a mim, no geral. Mas também, até eu as tinha.
- Desculpa, estava distraída.- disse apenas, voltando a baixar o olhar para o chão, enquanto ajeitava uma mecha de cabelo atrás da orelha.
- Não tem problema, queria só perguntar-te se não te importavas de fechar, preciso de sair mais cedo.- e lá estava o meu coração a descontrolar-se outra vez. Eu sabia que tinha de me controlar mas, ao mesmo tempo, fechar o restaurante significava ficar até mais tarde e, por sua vez, ficar até mais tarde significava ruas ainda mais desertas e assustadoras quando estivesse a ir para casa. De qualquer das formas, enquanto não conseguisse arranjar um trabalho durante o dia, que tinha sido a minha escolha inicial, tinha de me aguentar. Não te vai acontecer nada, estás segura. Encolhi os ombros à minha consciência e foi enquanto o fazia que me lembrei que Gloria ainda aguardava uma resposta.
- Podes ir, eu tomo conta disto.- murmurei, ainda com a mão atrás da orelha e antes que ela dissesse o que quer que fosse, fui salva pelo som do pequeno sininho que tocava sempre que alguém entrava no restaurante. Obriguei-me a levantar o olhar, pegando de imediato no meu bloco de notas e saí detrás do balcão para me dirigir até à única mesa ocupada.- Boa noite.- disse para o rapaz que lá estava sentado, com a cabeça totalmente tapada pelo capuz do seu casaco. Mas porque é que toda a gente me parecia assustadora? Mordi o lábio, tentando acalmar o meu corpo nervoso e obriguei o som a sair pelos meus lábios. - o que vai desejar?
avatar
Ruby Rose


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruby's Diner

Mensagem por Carter Rivers em 16.06.16 22:15

Naquela cidade, ninguém me conhecia bem, mas a pessoa que mais tentava falar comigo era Gloria. Ela era a única que não se afastava com as minhas respostas rudes ou com o meu sarcasmo, vinha atender-me sempre que entrava no diner e murmurava elogios que eu não acreditava. Foi por isso que as minhas sobrancelhas se juntaram, e que os meus músculos ficaram mais tensos, ao ouvir outra voz que não era a dela. Forcei a minha cabeça a levantar-se para fitar a empregada que me estava a atender desta vez. Era uma rapariga ruiva que parecia tão ou mais cansada que eu, não me lembrava de vê-la, mas os seus olhos grandes e verdes deixavam-me inquieto.
-Onde é que está a Gloria? - Perguntei, tentando manter a minha respiração calma e a voz baixa. - Ela sabe o que eu quero.
avatar
Carter Rivers


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruby's Diner

Mensagem por Ruby Rose em 16.06.16 22:27

Estava em Sydney há já duas semanas, mas não havia forma de me sentir minimamente segura ali. Apesar de não ter acontecido nada de estranho desde que ali chegara, ainda que tudo parecesse estranho para mim, não conseguia acalmar o meu coração, não conseguia parar os pesadelos todas as noites, não conseguia não olhar por cima do ombro sempre que estava fora de casa. Era impossível. Era como se, de cada vez que estava sozinha o som dos passos dele me perseguiam. Nem em casa conseguia encontrar paz. E era só isso que eu queria, mais do que qualquer outra coisa...paz. Soltei um suspiro discreto, tentado que a minha concentração se focasse o mínimo possível no cliente e rapidamente as minhas sobrancelhas se juntaram ao perceber a sua pergunta.
- A Gloria não está.- respondi prontamente, tentando que a minha voz soasse o mais firme possível. Engoli em seco quando o seu olhar se focou no meu e foi só nesse instante que pude reparar nas gotas de suor que lhe escorriam pela testa e na forma como se contorcia no banco onde estava sentado.- está tudo bem consigo? - não consegui evitar, apertando ligeiramente o bloco de notas nas minhas mãos.- a Gloria não está.- voltei a repetir.- mas eu posso atendê-lo.- murmurei, não sabendo se o que estava a dizer fazia muito sentido. Voltei a prender a mecha de cabelo rebelde atrás da orelha e dei por mim a mordiscar a parte de dentro da minha bochecha enquanto pensava se devia ficar por ali ou não. Ele estava com um ar tão estranho.- precisa de alguma coisa?

---------- ❉ ----------


''And my scars remind me that the past is real.''
avatar
Ruby Rose


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruby's Diner

Mensagem por Carter Rivers em 16.06.16 22:39

Apertei a manga livre do meu casaco com força, deixando a cabeça cair por uns segundos para fechar os olhos e tentar esquecer a dor. Não era a primeira vez que levava porrada até deixar de sentir, mas não precisava que uma estranha ficasse desconfiada de mim, ou pior, que me levasse às urgências, se acabasse desmaiado no meio do diner.
Esperei uns segundos. 1. 2. 3. 4. 5.
Voltei a fitá-la, pestanejando uma e outra vez, até deixar de ver tudo à roda e me focar na cara da desconhecida.
-Não. - Murmurei, sem saber o que estava a dizer. Abanei a cabeça, com o cérebro a receber informação lentamente. Gloria não estava lá e eu não podia simplesmente dizer que não queria nada. O melhor cenário era levantar-me e cair em cima dela.
-Pode ser um café. - Foi a primeira coisa que me lembrei, mordendo o lábio inferior quando a dor aguda se intensificou por ter falado mais alto. A sorte dele, era que só nestas alturas é que me dava a vontade de o matar.
avatar
Carter Rivers


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruby's Diner

Mensagem por Ruby Rose em 16.06.16 22:51

Acho que só percebi que não corria perigo quando ouvi a sua resposta negativa à minha pergunta. Ao olhar atentamente para o rapaz dava para perceber que, ao contrário de estar ali para me fazer mal, o mais provável era ele estar ali por algo estar mal com ele.
- Estás a suar.- deixei escapar, esquecendo as formalidades ao olhar para as gotas que lhe escorriam pela testa.- o que é que se passa? - perguntei, atrevendo-me a dar um passo na sua direcção.- eu sei que não sou a Gloria mas...- hesitei.- eu também consigo perceber que não estás bem.- encolhi os ombros, engolindo em seco.- eu posso ajudar. - reprimi o '' podes confiar em mim''. Primeiro, não o conhecia de lado nenhum e segundo, nem eu sabia se podia confiar nele. De qualquer das formas, algo não estava bem, isso já tinha dado para perceber. E ainda que, bem no fundo da minha mente, uma vozinha estivesse constantemente a gritar para me afastar e limitar-me a servir-lhe um café para que se fosse embora e eu ficasse mais segura, não era insensível ao ponto de deixar que o meu medo me impedisse de ajudar alguém que pudesse estar a precisar mesmo de ajuda. Por muito suspeito que até o próprio ranger de uma porta me parecesse.

---------- ❉ ----------


''And my scars remind me that the past is real.''
avatar
Ruby Rose


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruby's Diner

Mensagem por Carter Rivers em 16.06.16 23:02

Não devia confiar em ninguém, só tinha desabafado com Gloria depois dela me ter servido shots à pala por eu estar "com ar de mendigo embeiçado". Mas a dor era demasiada e eu já começava a não conseguir respirar. Abri a boca para falar, mas assim que tentei expelir a voz para fora, a dor veio com com tanta força que não consegui evitar um gemido doloroso.
-Álcool. - Encostei a cabeça à parede ao meu lado, estava fria e alivia-me de certa forma, mas não era por muito tempo. O meu olhar viajou pelo diner deserto àquela hora da noite, antes de começar a abrir o casaco e a tentar tirá-lo. Consegui despir uma das mangas e puxar a t-shirt na zona em que ele me tinha tirado o folgo com um pontapé. - Diz-me como está.
avatar
Carter Rivers


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruby's Diner

Mensagem por Ruby Rose em 16.06.16 23:18

Eu já tinha visto pessoas a sofrer, tanto na casa onde estivera antes, ou melhor, durante quase toda a minha vida, como em algumas das ruas onde tive de dormir antes de conseguir juntar dinheiro suficiente para chegar a Sydney. Ainda assim, não consegui evitar um pequeno salto assim que ouvi o seu gemido que, apesar de não ter sido muito alto, conseguiu ecoar na minha cabeça ao ponto de me sentir arrepiar da cabeça aos pés. A última coisa de que precisava naquele momento era que as lembranças me assombrassem a memória. Já bastava quando estava a dormir, ou a tentar. Engoli em seco, esforçando-me ao máximo para me concentrar apenas na pessoa à minha frente e quando finalmente consegui, já ele se estava a despir.
- O que é que...- e por muito que quisesse desviar o olhar, ligeiramente assustada com toda aquela situação, não  o consegui fazer mal reparei na enorme mancha arroxeada que lhe cobria a zona das costelas.- oh meu deus.- deixei escapar, não conseguindo evitar um arregalar de olhos.- estás roxo.- comecei a responder-lhe, dando de imediato um passo para trás.- e azul.- mordi o lábio com força, rodando o corpo sobre os meu pés.- eu vou buscar a caixa dos primeiros socorros.- disse, não tendo a certeza de que me estava a ouvir e dei uma corrida até ao balcão, baixando-me rapidamente para tirar a caixa vermelha de dentro do armário pequeno que havia debaixo do lava-loiças. Estava tão focada na imagem daquela nódoa negra gigante que, pela primeira vez, consegui colocar o medo de lado. Agarrei na caixa mal a encontrei e voltei a correr para ao pé do rapaz, sentando-me, de forma inconsciente ao seu lado. Abri a caixa o mais rápido que consegui, acabando por espalhar todas aquelas coisas que estavam no seu interior em cima da mesa e assim que encontrei o frasco do álcool, não hesitei em abri-lo, embebendo um bocado de algodão com aquele líquido. Respirei fundo, virando o olhar na sua direcção e remexi-me no banco.- acho que te vai doer.- murmurei, engolindo em seco e estiquei o algodão na direcção do seu peito, começando a passa-lo da melhor forma que conseguia pela zona magoada.- eu...eu nunca fiz isto.- admiti, sentindo as gotas de preocupação escorrerem agora pela minha testa.- Não achas melhor ires ao hospital? Isto está tão feio...não te quero magoar.
avatar
Ruby Rose


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruby's Diner

Mensagem por Carter Rivers em 16.06.16 23:35

Fechei os olhos com força, levando uma mão à zona que me magoava, a preparar-me mentalmente para sentir todas as costelas. Remexi-me no sítio onde estava, tentando ver se sentia alguma falha que pudesse indicar que o osso estava partido. Infelizmente, sabia reconhecê-los bem.
Quando deixei de ouvir, pensei que tivesse perdido a consciência com as dores, mas não demorou muito tempo até sentir a presença da rapariga ao meu lado. Porque é que eu estava a confiar numa estranha? - Não. Não, hospital. Não. - Abanei a cabeça. - Isso e gelo. - Apontei para o algodão que ela tinha na mão. - E... talvez vodka?
avatar
Carter Rivers


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruby's Diner

Mensagem por Ruby Rose em 17.06.16 16:24

Apesar de, no fundo, querer ajudar aquele rapaz, principalmente depois de ver o estado em que estavam as suas costelas, não consegui evitar um suspiro de alívio assim que o ouvi negar a ida ao hospital. A minha identificação era falsa demais para que não suspeitassem de algo e naquele momento, eu não podia arriscar. Ainda não tinha dinheiro suficiente para voltar a sair dali. Primeiro, precisava de trabalhar e só depois, talvez dali a um mês, poderia começar a ponderar qual seria o próximo sítio para onde seria seguro, o mais possível, fugir. Até quando? Era só o que eu gostava de saber. Dei por mim a mordiscar o meu lábio inferior, novamente perdida nos meus pensamentos e só quando percebi que o rapaz continuava a falar comigo é que me esforcei por voltar à realidade.
- Vodka? - repeti, uma vez que aquela tinha sido a única palavra a ser captada e interpretada pelo meu cérebro.- eu não sei se...- não acabei, acabando logo de seguida por encolher os ombros.- tudo bem, segura aqui.- pedi, apontando com o queixo para o algodão que ainda segurava.- eu vou buscar-te a garrafa.- murmurei, levantando-me logo de seguida e fui até ao balcão, de onde tirei um copo e a garrafa de bebida, que entreguei ao rapaz, acabando por servi-lo.- achas que isto te vai ajudar?

---------- ❉ ----------


''And my scars remind me that the past is real.''
avatar
Ruby Rose


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruby's Diner

Mensagem por Carter Rivers em 17.06.16 22:12

A cada momento que se passava, mais eu me arrependia de lhe estar a pedir ajuda. Desta vez nem estava bêbedo, mas já estava a pontos de me descair sobre o que tinha acontecido. Não podia, se alguém tivesse provas do que ele fazia, o mais provável não era acabar com uma costela partida, mas sim morto numa vala qualquer.
Baixei a camisola, para não estar a fazer figura de estúpido naquele lugar, e agarrei no algodão ensopado que ela me passou para as mãos. Observei o corpo esguio da rapariga a voltar para trás do balcão e sustive a respiração.
Só me apercebi que estava a perder os sentidos, quando a sua voz me fez voltar à tona, e vi o copo de vodka à minha frente. Expirei o ar que ainda estava a suster, mas a dor aguda ainda me assombrou com mais intensidade que antes. Estiquei uma mão trémula até à garrafa de vodka pura que estava à minha frente, o meu problema não se ia resolver com o copo que ela me tinha servido, pelo que levei o gargalo à boca e não hesitei em beber vários golos da bebida que ardia pela garganta.
-Muito. - Respondi, com a boca dormente. - Obrigado.
avatar
Carter Rivers


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruby's Diner

Mensagem por Ruby Rose em 19.06.16 22:37

Apesar de continuar a não querer meter os pés num hospital, sempre que olhava para a cara suada e pálida do rapaz que estava sentado à minha frente, quase que ponderava em colocar o meu medo de lado e arriscar a minha identidade. Eu podia ser medrosa e passar a vida a olhar por cima do ombro com medo de que ele aparecesse atrás de mim, mas não era insensível. E ver aquele rapaz naquele estado, sendo que a única coisa que estava a conseguir fazer para o ajudar era dar-lhe vodka, não estava, de todo, a conseguir acalmar a minha consciência irrequieta.
- De nada.- murmurei de imediato, logo depois de ter ouvido o seu agradecimento e acabei por mordicar o meu lábio inferior ao de leve, antes de prosseguir.- eu gostava de te conseguir ajudar mais.- admiti, baixando o olhar para as suas costelas.- não estás com nada bom aspeto.- encolhi os ombros, passando as duas mãos de forma atrapalhada pelo meu cabelo.- tens a certeza que não queres que te leve ao hospital? - arrisquei, sentindo logo o meu coração disparar só de proferir aquela palavra.- eu posso fechar mais cedo e ir lá contigo, não me custa nada.- assegurei. Na verdade até custava, mas no estado em que ele estava, não me parecia que houvesse muito mais a fazer.

---------- ❉ ----------


''And my scars remind me that the past is real.''
avatar
Ruby Rose


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruby's Diner

Mensagem por Carter Rivers em 19.06.16 22:47

A coisa boa na vodka e no facto de eu não beber tanto quanto o meu pai, é que o álcool sobe-me mais depressa ao cérebro e a vista fica enublada depois de alguns minutos com o gargalo na boca. Ouvi-a a falar, sem coragem para lhe responder por causa das dores aumentarem sempre que o fazia, mas quando a ouvi falar de novo em hospital, o próprio coração que estava no meu peito me magoou mais. - Não. - Abanei a cabeça, pousando a garrafa apenas por alguns segundos. - N-não está nada partido. - Já tinha ido parar ao hospital antes e tinha sido a pior asneira que já tinha feito, era mais nova e as enfermeiras perguntaram se tinha sido alguém a fazer as mazelas que tinha no corpo. Queria dizer que não, mas nunca fui muito bom a mentir. - Não é preciso.
avatar
Carter Rivers


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruby's Diner

Mensagem por Ruby Rose em 19.06.16 23:08

E mais uma vez, senti-me acalmar ligeiramente com a sua resposta. Talvez por egoísmo, mas preferia que assim fosse, ainda que gostasse de o conseguir ajudar mais, para além daquilo - que pouco ou nada era - que estava a fazer. Dei por mim a assentir face às suas palavras e foi quando o meu olhar se baixou para a garrafa meio cheia de vodka, que me lembrei de Gloria.
- Queres que ligue para a Gloria?- acabei por perguntar, visto que tinha sido a pessoa pela qual ele tinha chamado quando ali chegara.- ela é capaz de ainda estar aqui por perto.- encolhi os ombros.- pode sempre ajudar-te, acho eu.- na realidade, eu nem sequer sabia se eles se conheciam, mas também não perdia nada em tentar arranjar soluções.

---------- ❉ ----------


''And my scars remind me that the past is real.''
avatar
Ruby Rose


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruby's Diner

Mensagem por Carter Rivers em 19.06.16 23:16

Sempre detestei bebidas alcoólicas no meu organismo, a minha cabeça estava tonta e eu sentia-me mais leve, mas não era uma sensação necessariamente boa. Não, quando eu tinha a noção de que não me podia mexer como queria por causa das dores que ia ter amanhã. Tentei endireitar-me lentamente, observando a rapariga ruiva que estava ainda de pé. - Não. - Era a única coisa que sabia responder. - A Gloria é chata. - Mordi o lábio inferior, falhando na minha tentativa de não rir. - Fica aqui tu. - Bati com uma mão no sofá. - És mais gira.
avatar
Carter Rivers


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruby's Diner

Mensagem por Ruby Rose em 19.06.16 23:23

Se eu já estava confusa, e assustada, com toda aquela situação, fiquei ainda mais quando vi a expressão do rosto do rapaz passar de sofrimento para um sorriso mais aliviado. Levantei ligeiramente as sobrancelhas, sentindo o meu olhar descair logo de seguida para a garrafa de vodka e não precisei de muito para perceber a sua mudança de atitude. Eu já tinha visto muitos homens assim. Ainda que ele não parecesse minimamente assustador em comparação com eles. De qualquer das formas, mantive-me de pé, mesmo depois de ele dar a entender que queria a minha companhia. Continuava sem o conhecer, não fazia a mínima ideia de onde teria arranjado aqueles ferimentos e, acima de tudo, não podia confiar em ninguém. Por isso mesmo, não me podia dar ao luxo de fazer amizades, ou tentar.
- Eu não posso.- acabei por dizer, tossicando ao de leve quando ouvi o seu ''és mais gira'', que rapidamente surtiu efeito nas minhas bochechas. Era o que dava ser tão pálida.- vou aproveitar que já pareces um bocadinho melhor para começar a fechar.- disse, não sabendo bem se ele me iria compreender.- fica aí a descansar, está bem? - olhei-o de relance, mas logo virei costas, aproximando-me da porta do estabelecimento para trocar a pequena plaquinha para um do mesmo tamanho, mas com a palavra ''fechado'' inscrita na mesma.

---------- ❉ ----------


''And my scars remind me that the past is real.''
avatar
Ruby Rose


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruby's Diner

Mensagem por Carter Rivers em 19.06.16 23:31

Levantei as sobrancelhas quando ela disse que não podia, mas não me admirei. Soltei uma gargalhada fraca e nada sentida, deixando a cabeça cair contra a parede que estava ao meu lado. Gloria era a única louca naquela cidade que se queria dar com alguém como eu, aquela rapariga até podia não me conhecer, mas já a tinha assustado com a possibilidade de ter entrado numa luta.
-Eu vou embora num minuto. - Assenti para mim próprio, fazendo a garrafa deslizar até à outra ponta da mesa. Agora que mal me sentia, não ia fazê-la estar ali a aturar-me, tinha que arranjar coragem para ir para casa.
avatar
Carter Rivers


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruby's Diner

Mensagem por Ruby Rose em 19.06.16 23:38

Estava ainda junto da porta quando o ouvi dizer que se ia embora. Juntei ambas as sobrancelhas no cimo da minha testa e virei apenas a cabeça na sua direcção, olhando-o por cima do ombro.
- Não tens de ir embora.- disse.- aliás, não estás em condições de ir. Fica aí- proferi, nem acreditando que estava a querer prolongar a minha estadia junto de uma pessoa que me era completamente desconhecida. O que valia era que não ia ficar naquela cidade durante muito tempo portanto, o mais provável era nunca mais o ver. Passei as mãos pelo cabelo, prendendo a mesma mecha de cabelo de sempre atrás da respectiva orelha e fui logo de seguida para trás do balcão, começando a desligar o computador e algumas das luzes da cozinha. Abri a caixa, pousando-a em cima do balcão, mas rapidamente olhei para o rapaz, não sabendo se aquilo teria sido a melhor das ideias. Ainda assim, não retrocedi. Comecei a tirar o dinheiro da caixa, pousando-o em cima do balcão e enquanto o contava, decidi quebrar o silêncio.- ainda não me disseste o teu nome.- encolhi os ombros.- olhando-o de relance.- sempre me disseram para não falar com estranhos.- e agora sim, eu percebia cada vez mais o sentido desse conselho. Porém, continuei.- e eu já te ajudei.- voltei a encolher os ombros.- acho que merecia saber o teu nome.

---------- ❉ ----------


''And my scars remind me that the past is real.''
avatar
Ruby Rose


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruby's Diner

Mensagem por Carter Rivers em 19.06.16 23:53

Eu queria mesmo ir embora, havia uma voz no fundo da minha cabeça a avisar-me que já estava ali há muito tempo, mas não me consegui mexer assim que ela me disse que podia ficar ali. Não sabia o que é que pretendia, não podia passar o resto da noite ali e já não era propriamente cedo.
Estava quase a adormecer quando um som me fez estremecer. Fiz uma careta, desviando o olhar até à fonte de som. - O meu nome? - Pestanejei algumas vezes, passando a língua pelos lábios secos antes de responder. - Carter. - Apertei a mesa numa das mãos para me endireitar no banco largo. - Já disseste o teu? Não me lembro.
avatar
Carter Rivers


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruby's Diner

Mensagem por Ruby Rose em 20.06.16 0:12

Eu não fazia a mínima ideia do que me tinha dado na cabeça para ter sido tão faladora e simpática(?) naquele momento, mas rapidamente me arrependi da pergunta que fiz, quando esta me foi devolvida. Mais uma pessoa a quem tinha de mentir. Prendi o meu lábio inferior entre os dentes, com alguma força, e dei por mim a apertar uma das notas que segurava com a mão, inspirando uma grande quantidade de ar, como que a ganhar coragem para lhe responder. Podia sempre dizer-lhe que já lhe tinha dito mas que era ele que não se lembrava, mas dizer-lhe isso ou o nome que tinha escolhido para quem me conhecesse naquele sítio era exatamente a mesma coisa. Ambas as opções não passavam de mentiras.
- Paige.- respondi apenas, não me prolongando naquele assunto e guardei o dinheiro na gaveta que me tinha sido indicada, deixando um pequeno bilhete para Gloria, com o total daquele dia. Fechei a gaveta à chave, guardando a chave no seu respetivo lugar e só depois voltei a olhar para o rapaz, que agora sabia chamar-se Carter.- vives aqui perto? - perguntei enquanto despia o meu avental.- posso acompanhar-te até casa, para o caso de te sentires mal.- murmurei. Continuava a não confiar nele, mas algo me dizia que era melhor sair dali com Carter do que sozinha.

---------- ❉ ----------


''And my scars remind me that the past is real.''
avatar
Ruby Rose


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruby's Diner

Mensagem por Carter Rivers em 20.06.16 0:30

Duvidava que alguma vez o seu nome ficasse gravado na minha memória, principalmente porque estava com a cabeça inundada de vodka. Tentei começar a levantar-me, precisava mesmo de sair dali, eu podia estar bêbedo, mas lembrava-me do que podia acontecer. Suspirei, com a mão junto ao sítio onde me doía e fechei os olhos. - Não! - Voltei a pronunciar. Queria dizer sim de todas as vezes, mas não podia. - Eu... eu vivo aqui perto, eu vou sozinho. É rápido. - Tentei despachar, com a língua a enrolar-se na boca. - Eu vou sozinho. - Repeti num murmúrio, apoiando-me na mão livre para me levantar.
avatar
Carter Rivers


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruby's Diner

Mensagem por Ruby Rose em 02.07.16 16:51

No preciso momento em que me ia preparar para sair de trás do balcão, Carter levantou-se de uma forma tão assustada que me fez a mim recuar também. Recuar não só novamente para dentro do balcão, como se aquele pedaço de madeira me pudesse proteger de alguma coisa, como também da minha proposta de o levar a casa. Quando começava a sentir-me minimamente calma em relação a tudo o que me rodeava, nem que fosse apenas por breves instantes, havia sempre algo que fazia com que tudo voltasse à estaca zero. Nem que fossem apenas coisas da minha cabeça. O que era o que acontecia, na maior parte das vezes.
- Hum..- hesitei, dando por mim a morder o meu lábio inferior com força antes de prosseguir. Este era um dos sinais do meu nervosismo.- tens a certeza? - voltei a hesitar, acabando por me atrever a dar dois passos para fora do balcão.- não me pareces muito bem para ir sozinho..- comentei.- olha, eu vou contigo, pode ser? Eu também moro aqui perto.- tanto estava a morrer de medo como no segundo a seguir já me atrevia a oferecer-lhe companhia. Eu não sabia porquê, mas havia algo nele que não me deixava ficar assustada durante muito tempo. E para dizer a verdade, era isso que me deixava mais receosa.

---------- ❉ ----------


''And my scars remind me that the past is real.''
avatar
Ruby Rose


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruby's Diner

Mensagem por Carter Rivers em 03.07.16 21:09

Não sabia se Paige era só simpática ou também era intrometida, mas as dores estavam a asfixiar-me e o álcool tinha-me anestesiado mais a mente que as costelas, pelo que assenti, aceitando a sua ajuda. Ao ver-me levantado, olhei em volta, procurando por alguém conhecido, mas o diner estava vazio e não havia ninguém, felizmente.
Não gostava que ela fosse saber onde vivia, muito menos gostava das ideias que me vinham à mente sempre que imaginava o meu pai, ou a minha mãe, a encontrá-la a porta de minha casa, enquanto me tentava ajudar. Não era mesmo boa ideia, mas não havia como impedi-la, a minha língua estava entorpecida e só me conseguia concentrar em não gritar. Costelas partidas são mais fáceis de suportar que as que estão apenas fraturadas; com sorte, ao partir uma costela, o osso pode perfurar um órgão vital e fazer-me morrer, pelo menos, não tinha que viver o próximo mês a evitar queixar-me.
-Fico bem se me levares só até meio do caminho. - A minha voz era baixa para não me magoar mais. -Obrigado.
avatar
Carter Rivers


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruby's Diner

Mensagem por Ruby Rose em 10.07.16 0:36

Apesar de a resposta de Carter não ser aquela que esperava, acabei por assentir. Pelo menos assim não ia o caminho todo sozinha, o que já era melhor do que nada, apesar de continuar com os dois pés atrás em relação a Carter. De qualquer das formas, sabia que era só mais aquele bocadinho e depois não o voltava a ver por isso, estava a tentar não me assustar muito. O que é poderia acontecer de mal num tão curto espaço de tempo? Nada, certo? Pelo menos estava a tentar convencer-me disso. Peguei na minha mala, que estava pousada num dos compartimentos do balcão e pousei-a sobre o ombro, começando depois a aproximar-me dele. Quantas mais vezes o olhava, pior me parecia. Eu não sabia porque é que ele estava a evitar tanto o hospital, tendo em conta o seu estado, mas também não ia insistir.
- Vamos? - perguntei baixinho, observando-o com atenção e acabei por me aproximar mais um bocadinho, engolindo em seco antes de dizer o que ia dizer.- agarra-te a mim.- disse.- vai ser mais fácil para conseguires andar.- assegurei, oferecendo-lhe o meu corpo como apoio e tentei ignorar o meu coração descompassado, começando a ajudá-lo a sair do Dinner. A última coisa que precisávamos era que o medo se apoderasse de mim e eu perdesse as forças para o conseguir ajudar. Quanto mais rápido o ajudares, mais rápido vais para casa, onde estás segura. Ou pelo menos era o que eu achava.

---------- ❉ ----------


''And my scars remind me that the past is real.''
avatar
Ruby Rose


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruby's Diner

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 5 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum