Say Hello!
Sê bem-vindo a Sydney Harbor!

Sydney é uma cidade com sol, calor e diversão, mas como em todas as cidades, há sempre um lado negro que espreita. Turista, residente ou apenas de passagem, é melhor ter cuidado ao passar pela cidade mais sedutora da Austrália.

Navegação
Últimos assuntos
» Apartamento
06.10.18 13:52 por Daisy Stylinson

» Academia de Dança
27.08.18 16:02 por Daisy Stylinson

» Casa
03.08.18 19:27 por Selena Logde

» Quarto do Reece
03.08.18 19:23 por Alison Kennedy

» Oficina
14.02.18 22:16 por Daisy Stylinson

» Starbucks
25.12.17 22:48 por Daisy Stylinson

» Pub
25.12.17 14:28 por Noah Walker

» Casa
24.12.17 12:29 por Reece Kennedy

» [B.I] Charlotte Cooper
22.12.17 22:50 por Charlotte Cooper


Salão de casamentos

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir em baixo

Salão de casamentos

Mensagem por Sir Peter em 29.08.17 20:18



avatar
Sir Peter
Admin


http://sydneyharbor.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de casamentos

Mensagem por Alessia Campbell em 29.08.17 20:55

Quando, há uns meses, Chloe me convidara para ser uma das suas damas de honor, eu só consegui ficar ainda mais entusiasmada com o seu casamento com Tobias. Ambos eram meus amigos de infância e, apesar da fase complicada que passáramos depois do desaparecimento de Roy, nunca deixamos de ser amigos. Assim sendo, acabou por ser natural que, nos diversos encontros, e dado o número diverso de pessoas com quem eu me cruzava, os rumores começassem a chegar aos meus ouvidos.
Roy Denis estava de volta a Sydney. - diziam, em sussurros, tentando que a informação não me chegasse. Tanto quanto sabia, não passavam de simples rumores, visto que já fizera anos que eu falara (ou vira) Roy. No entanto, se fosse mesmo verdade, seria de prever que houvesse uma probabilidade de ele aparecer no casamento.
Certo?
Talvez. Desde que Chloe e Tobias entrassem em contacto com ele, de alguma forma milagrosa.
- Estás nervosa? - perguntei para Chloe, vendo-a sorrir para o espelho enquanto observava a sua maquilhagem.
- Um bocado. - admitiu, rindo-se. - Mas sei que vai correr tudo bem. - piscou o olho para a amiga. - Vai-te vestir. Já está na hora. - sorriu-me. - Para além disso, ainda gostaria que fosses dar uma volta e ver se está tudo como sabes que eu gostaria. - riu-se.
- Já sabes que está tudo impecável. Eu ajudei. - brinquei. - Mas sim, eu vou vestir-me e dar uma última ronda. - baixei-me para beijar a bochecha da minha melhor amiga. - Qualquer coisa, liga-me. - pisquei-lhe o olho e dirigi-me para o quarto onde as outras damas de honor se iriam preparar, dali a algum tempo.
Vesti-me com a roupa que Chloe acabara por me escolher, rindo-me ao lembrar-me da sua comparação com o emoji da mulher dançante. Realmente, aquele vestido parecia ter sido a inspiração para o boneco. Ou o oposto.
Gostava de saber que todas as damas de honor iriam diferentes, já que Chloe queria que todas se sentissem confortáveis nas suas roupas. Não que eu me importasse que levassem um vestido igual ao meu, mas aquele era, sem dúvida, o meu preferido.
Maquilhei-me e calcei os meus sapatos, acabando por abandonar a divisão. Conseguia ouvir vozes nos andares inferiores, o que anunciava a junção de diferentes pessoas que estariam no casamento.
- Bom dia, querida. - a mãe de Chloe logo me cumprimentou, bem disposta, ao ver-me descer as escadas. - Vocês fizeram um excelente trabalho. - elogiou, beijando-me a bochecha de forma carinhosa.
- Muito obrigada. - sorri, bem disposta também. - Eles merecem. - pisquei o olho. - Se me dá licença, preciso de confirmar que está tudo bem. E que todos os convidados se encontram no local certo. - afastei-me educadamente.
Depois de inspecionar o local, com uma certa esperança de ver Roy por ali, acabei por me concentrar e verificar que tudo estava a correr lindamente, pronto para o casamento.
Pelo que sabia, todos os rapazes que iriam acompanhar o noivo estavam com ele, assim como as damas de honor agora já se encontravam prontas e a auxiliar a noiva. Passei pelo quarto de Chloe para lhe dar mais algumas palavras felizes e orgulhosas, minutos antes de todos se dirigirem para o exterior, para a zona onde decorreria a cerimónia.
- Atenção, atenção. - a voz forte, mas delicada, de Jasmin, a organizadora, fez-se ouvir. - Vamos agora organizar rapidamente os pares. Como sabem, na preparação não estavam todos presentes, então eu vou dizer-vos a ordem com que têm que sair. - disse para nós, as raparigas, que nos encontrávamos numa pequena sala. Começou, então, a enunciar todos os nomes por ordem, deixando o meu como primeiro, o que me obrigou a ir para o início da fila.
Jasmin saiu da sala logo depois, informando que ia organizar os rapazes e chamar os noivos para que, então, a cerimónia começasse.

---------- ❉ ----------

Families keep secrets.
♡ Home ♡ Telemóvel  To you 
avatar
Alessia Campbell


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de casamentos

Mensagem por Roy Denis em 30.08.17 0:19

Devia estar com Tobias há meia hora atrás, mas os nervos fizeram-me procrastinar até à última. Tinha voltado apenas há uma semana e nem com os noivos tinha estado, Tobias é que tivera a sorte (e meu azar) de encontrar a minha mãe e ela contara-lhe que eu também estava de volta à cidade.
Já toda a gente assobiava o meu nome pelos corredores, era como voltar ao secundário; mesmo nunca sendo um adolescente popular, o meu lado estranho não agradava a muita gente. Tobias tinha sido das poucas pessoas que gostava de mim, era um dos meus melhores amigos antes de eu ter que desaparecer, nunca me sentiria bem se faltasse ao seu casamento.
Passei as mãos pela cara antes de abrir a porta. Ali estavam eles, três homens que não conhecia de lado nenhum, mais Tobias que continuava com a mesma cara de geek de quando eu o conhecera. Não consegui conter um sorriso ao vê-lo, tinha tido saudades, mas não era só isso. Ali, vendo-o e relembrando-me do passado sentia, finalmente, que o pesadelo parecia estar a acabar. Mas era apenas uma ilusão, o meu pesadelo pessoal tinha acabado de começar, bastava lembrar-me dos meus últimos meses e do que me levara ali.
- Denis! - Por vezes esquecia-me de que aquele era o meu verdadeiro nome, ser chamado por Evan Dun durante cinco anos pelos meus próprios pais conseguiu convencer-me que era outra pessoa. Tobias estava a fitar-me com um sorriso no rosto, era estranho, esperava ver um olhar irritado e um murro -- uma vingança por ter desaparecido sem dizer nada. - Não mudaste nada, atrasado como sempre! - Gozou. Ri-me, deixando que ele me viesse dar um abraço rápido -- não gostávamos de demonstrar afetos. - Estás bem? - Perguntou-me, mais sincero do que nunca. Abri a boca para falar, mas não consegui dizer nada. Tinha passado muito tempo. - Não faz mal, hoje vais divertir-te.
Não tinha tanta certeza, ia ver dezenas de pessoas conhecidas que nem gostavam de mim. Ia ver Essie. Quase me bati mentalmente por ter vindo, de todas as pessoas, ela era quem eu não queria que me odiasse por ter desaparecido sem dizer nada. Nem sabia se ela me odiava. Respirei fundo para não perder a coragem e voltei a ouvir Tobias, que estava de novo a falar para mim, mesmo que eu nem o estivesse a ouvir. - Estava com medo que viesses demasiado
tarde, mas acabaram de chamar os padrinhos para entrarem com as damas de honor
- ele revirou os olhos - esta organizadora quer tudo perfeito e à maneira dela, eu não pude dar opinião.
Segui os padrinhos, não sabia que se podia ter tanto, mas decidi não pensar muito nisso, preferia ter a minha mente em branco, para me distanciar o máximo possível de todos os olhares que vinham na minha direção enquanto eu passava o jardim até uma pequena sala.
-Roy Denis - disse a mulher, acelerando o meu coração quando as cabeças se viraram para trás, à procura do rapaz desaparecido que voltara sem razão aparente.
Levantei o braço para me identificar, fuzilando com o olhar a mulher que dissera o meu nome em alto e bom som.
-Aqui à frente, por favor. - Mandou, ignorando por completo a expressão no meu rosto. Enfiei as mãos nos bolsos, como se isso me deixasse invisível, e apenas levantei o olhar para ver o local onde ela apontava.
Os meus passos hesitaram.
Sabia que a ia ver mais tarde ou mais cedo, devia ter adivinhado que ela seria uma das damas de honor. A noiva era Chloe, elas eram melhores amigas. Cerrei o maxilar para a coragem não fugir e aproximei-me dela, não conseguindo deixar de a fitar.
- Olá, Essie.

---------- ❉ ----------

avatar
Roy Denis


About Me
Idade: 22
Profissão: Estudante
Skills: Artista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de casamentos

Mensagem por Alessia Campbell em 30.08.17 10:43

Assim que recebi a indicação, encaminhei-me para mais perto da porta para o exterior, sendo logo seguida das raparigas.
Estava distraída a observar a movimentação lá fora e quando, de repente, senti o meu corpo congelar ao ouvir o único nome que já não tinha esperança de ouvir ser proferido. Roy Denis.
Ele estava ali.
Fechei os olhos por momentos, sem me conseguir virar de imediato na sua direção para saber onde ele estava. Sabia que agora muita gente estava a olhar, então eu seria apenas mais uma, até...
- Olá, Essie. - ouvi a sua voz perto de mim e abri os olhos, virando-me lentamente na sua direção. Imaginava que, naquele momento, parecia que eu acabara de ver um fantasma.
- Roy. - consegui dizer num sussurro incrédulo, observando o adulto à minha frente. Faziam cinco anos que eu não o via e, sempre que pensara nele, sabia que a minha memória da sua aparência se devia muito às fotografias que tínhamos juntos. Mas agora Roy estava adulto, continuava bonito e...
Ia falar. Ia tentar dizer alguma coisa. Ia tentar controlar tudo o que lhe queria dizer e perguntar, mas aquele não seria o local, nem a hora. Os nossos melhores amigos iam casar e eu não iria fazer nenhuma cena ali, mesmo sabendo que eles seriam bem capazes de compreender.
Respirei fundo e mandei para o fundo da minha cabeça todas as questões, muitas delas ligadas aos rumores que passavam. Algumas coisas eram sobre o pai, outras sobre ele. Porquê que eles tinham desaparecido do nada?
Tossiquei numa tentativa de encontrar a minha voz e olhei para a frente, controlando as lágrimas que queriam escapar pelos meus olhos.
- Entramos em pouco tempo. - falei, mas não reconheci a minha voz. Tão mecânica, tão distante...
Jasmin, aproveitando a deixa, logo voltou para a minha beira e deu-me um pequeno ramo de flores para a mão.
- Braço dado. - indicou, apontando para nós os dois.
Olhei rapidamente para Roy e engoli em seco, entrelaçando o meu braço no seu, para depois segurar o ramo.
Todas as outras damas também receberam o ramo, dando depois o braço ao seu par.
- Porquê? - perguntei diretamente para Roy num sussurro, meros segundos antes de recebermos a indicação para sair para o exterior e nos dirigirmos para o altar.
Enquanto caminhava ao seu lado, só conseguia pensar em quantas vezes eu tinha imaginado o nosso reencontro. De certeza que não seria assim, principalmente num ambiente tão romântico, depois de ele me ter deixado, sem qualquer justificação. 
Ignorei todos os olhares, principalmente das pessoas que sabiam da minha história com Roy, que agora encaravam, admiradas, a nossa presença no mesmo local, ainda por cima como par. Ignorei as minhas lágrimas, obrigando-me a guardá-las para o momento do casamento em que todos choram.
Assim eu teria uma desculpa.

---------- ❉ ----------

Families keep secrets.
♡ Home ♡ Telemóvel  To you 
avatar
Alessia Campbell


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de casamentos

Mensagem por Roy Denis em 30.08.17 18:35

Ouvir o meu nome tantas vezes em pouco tempo deixava-me ansioso. A minha mãe ainda me chamava de Evan, devia sentir-se mais segura assim e eu não me importava, mesmo tendo deixado França e voltado para Sydney, continuava a sentir que não era mais Roy Denis. Então, ouvi-la dizer o meu primeiro nome, não me fez sentir nada até ver os seus olhos brilhantes.
Ela não estava assim tão diferente desde a última vez que a vira, ou talvez eu já nem me lembrasse de como era a sua face. Sempre que me tentava lembrar, o seu rosto estava esborratado e só me lembrava da cor dos seus olhos. Se ela continuava a mesma pessoa que era há cinco anos atrás, sabia que não ia começar de imediato com as perguntas, pelo menos, não enquanto o casamento não tivesse acabado e estivéssemos em público. Já bastava as pessoas a fitarem-nos, se começasse a discutir comigo só ia ser pior para os dois.
A organizadora do casamento veio ter connosco depois dela proferir que estávamos quase a entrar, dando-lhe um ramo de flores e dizendo que tínhamos que ir de braço dado. Já começava a não gostar verdadeiramente dela, o seu perfecionismo e noção de romantismo era enervante.
Desviei o olhar para Alessia, que pareceu nem hesitar ao seu pedido, agarrando-me pelo braço, e tentei descontrair - coisa que era praticamente impossível.
- Porquê? - Ouvi-a perguntar-me. Fitei a porta aberta à nossa frente, ao longe conseguíamos ver o jardim e as pessoas sentadas prontas para o casamento. Naquele momento, não conseguia olhar os seus olhos.
- Não sei, esta organizadora parece querer tudo ao pormenor.- Referi-me aos nossos braços dados, fazendo-me de parvo e idiota, já que era só assim que eu conseguia lidar com os meus problemas ultimamente.
avatar
Roy Denis


About Me
Idade: 22
Profissão: Estudante
Skills: Artista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de casamentos

Mensagem por Alessia Campbell em 30.08.17 21:06

Conseguia notar que Roy também me avaliava, provavelmente à procura de diferenças significativas, tal e qual como eu fizera por breves momentos.
A sua resposta ao meu porquê deixou-me desiludida, porque eu sabia bem o quão inteligente ele era, pelo que, certamente, ele sabia ao que é que eu me estaria a referir.
E, sinceramente, eu tinha medo da resposta que poderia nunca vir a ter.
Assim que chegamos ao altar, separei-me de Roy e dirigi-me para o lado da noiva, junto ao altar. Observei os outros a entrar a seguir, mas o meu olhar acabava sempre por ir parar ao homem de fato à minha frente. Como é que estávamos naquela posição, depois de tudo o que passamos?
Foi uma questão de momentos até o noivo começar a entrar também, colocando-se no seu lugar e levando palmadinhas amigáveis dos seus companheiros. O meu olhar voltou a recair sobre Roy e eu engoli em seco, controlando-me ainda mais.
Nem dei pelo momento exato em que a marcha nupcial começou e Chloe entrou, deslumbrante no seu bonito vestido de rendas até ao chão. Gostaria de me ter concentrado mais na forma como Tobias sorriu ao vê-la, mas isso obrigava-me a ter Roy no meu campo de visão. Assim sendo, concentrei-me na minha melhor amiga, que sorria orgulhosamente para o futuro marido.
- Estás bem? - ouvi a voz de Samantha atrás de mim e só aí me apercebi que uma lágrima solitária escorria pelas minhas bochechas.
- Estou feliz por eles. - murmurei com um sorriso. Não era mentira nenhuma, eu realmente estava, mas essa não era a única razão.
E então a cerimónia começou a decorrer, depois dos pequenos meninos das alianças se sentarem nas pontas dos bancos, entusiasmadas com o seu papel tão importante de carregar as finas alianças de ouro.

---------- ❉ ----------

Families keep secrets.
♡ Home ♡ Telemóvel  To you 
avatar
Alessia Campbell


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de casamentos

Mensagem por Roy Denis em 30.08.17 21:37

A vontade era de gritar. A minha respiração estava a tornar-se rápida e sem controlo, tornando a minha cabeça leve, mas foquei-me em controlar toda a ansiedade durante a cerimónia. Ainda agora tinha chegado, as atenções já estavam em mim o suficiente, não precisava de ser eu a tornar este casamento memorável. Tobias e Chloe estavam felizes e iam tornar aquela festa no melhor dia da vida deles, não o ia estragar com memórias indesejáveis.
Toda a hesitação que tivera em voltar para a cidade, tinha sido focada em Alessia. A nossa relação fora forte, mesmo que o namoro tivesse durado pouco tempo. Já nos conhecíamos há demasiado tempo para eu ter desaparecido do nada. Se ao menos eu tivesse tido escolha... Mas como é que eu lhe ia explicar coisas que nem eu sabia?
Não pousei os olhos sobre ela durante todo o tempo de cerimónia, o seu vestido vermelho esvoaçante era o centro das atenções de muitos rapazes mas, enquanto eu tivesse vergonha na cara, não iria ser um deles.
Quando houve o beijo e o "marido e mulher" se tornou realidade, os noivos saíram primeiro e todo o resto saiu pela mesma ordem em que entrou, comigo e Alessia de novo como pares da frente. Pensei em ir embora, já tinha estado na parte principal, não tinha falhado ao meu compromisso, mas depois de a fitar outra vez, abanei a cabeça para mim próprio. Não ia fugir de novo.
- Podemos falar? - Perguntei-lhe antes que fosse parabenizar os noivos.
avatar
Roy Denis


About Me
Idade: 22
Profissão: Estudante
Skills: Artista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de casamentos

Mensagem por Alessia Campbell em 30.08.17 21:49

Enquanto a cerimónia decorria, dei por mim a sorrir, absolutamente feliz por ver aquele momento tão memorável entre os meus dois melhores amigos. As coisas até poderiam mudar no futuro, principalmente quando começassem a pensar em ter filhos e com todas as responsabilidades, mas eu sabia que poderia contar com eles. Afinal, tinham sido eles quem me tinha socorrido quando nem eu própria sabia que precisava de ajuda.
Sinceramente, pensei que iria conseguir escapar a Roy, mas, no fundo, eu sabia que não havia escapatória - teríamos que sair exatamente como entráramos, o que fazia de nós par outra vez.
Quando lhe dei o braço novamente, concentrei-me em manter as minhas passadas calmas, uma vez que começava a tremer um bocado com toda aquela proximidade depois de tantos anos.
- Podemos falar? - ouvi a voz de Roy assim que chegamos ao exterior e eu me estava a preparar para me afastar dele.
Engoli em seco e olhei em volta, acabando por levantar o olhar na sua direção.
- Temos que ir tirar as fotografias. - acabei por dizer, mordendo o interior da bochecha de forma nervosa. Ainda não sabia porquê que não tinha libertado o meu braço do seu enlaço. - Depois. - pedi baixinho, com um suspiro. - Se não voltares a desaparecer. - acrescentei com a voz fraca, como se voltasse a sentir toda aquela dor outra vez.
Ouvi Jasmin chamar o meu nome e depois o de Roy, indicando que deveríamos juntar-nos para a fotografia de grupo. Só aí reparei que todos estavam nas suas posições, olhando para nós. Até Chloe e Tobias nos encaravam, um bocado preocupados.
Apesar disso, apontaram para um espaço ao seu lado, onde teríamos que ficar um ao lado do outro.
- Este é o dia deles. - disse rapidamente para Roy, com toda a coragem que consegui reunir. - Portanto, vamos estar felizes por eles. - conclui, largando o seu braço e caminhando para o lado da minha melhor amiga, que me agarrou logo e perguntou baixinho como é que eu estava. Assenti com um pequeno sorriso e encolhi os ombros. - É o vosso dia. - murmurei, convicta das minhas palavras, colocando-me em posição e esperando, com expectativa, o momento em que Roy se colocaria ao meu lado para a fotografia.

---------- ❉ ----------

Families keep secrets.
♡ Home ♡ Telemóvel  To you 
avatar
Alessia Campbell


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de casamentos

Mensagem por Roy Denis em 30.08.17 22:23

Fitei o seu braço entrelaçado no meu e apertei-o inconscientemente, ouvindo-a a dizer que aquele era o dia deles. Eu concordava, mas isso não nos impedia de falarmos num sítio calmo. Infelizmente, a organizadora, cujo nome era Jasmin, era chata e irritante, por isso, voltámos a ouvir a sua voz para tirarmos as fotografias, tal como Alessia me tinha dito que deveríamos ir fazer.
Passei uma mão pela cara quando ela se afastou. Tobias e a sua mulher estavam agora a fitar-me só a mim; eles não me deviam ter convidado, eu não era o amigo que tinham conhecido na escola. Era mais Evan do que o Denis, como antes me costumavam chamar.
Tobias abanou a cabeça para que fosse para junto de Alessia e eu assenti, continuando com o objetivo de não perturbar o dia. Detestava tirar fotos, mas aproximei-me dela o suficiente para a fotografia não ser constrangedora e ficar minimamente bonita. Sorri e esperei que dissessem que podíamos descansar, já que o resto das fotografias ficavam para depois de almoço.
Esfreguei o pescoço, sem saber para onde ir e o que fazer - agora é que Jasmin podia dar indicações, para eu não ficar à deriva. Essie não queria falar comigo e os recém casados estavam rodeados por pessoas, não me queria aproximar com tanta gente à volta deles, seria a primeira vez que os veria desde há muito tempo, mesmo já tendo estado com o meu melhor amigo - queria estar com eles num ambiente mais calmo.
Pus as mãos nos bolsos das calças de ganga (tinha-me recusado a vestir um fato completo) e olhei à minha volta, vendo uma loira vir na minha direção. Juntei as sobrancelhas, os seus traços continuavam semelhantes, mas Justine estava diferente. Sem dúvida, que de toda a gente que tinha reconhecido ali, ela tinha sido quem tinha mudado mais.
- Tens que ter muita lata em voltar aqui! - Comentou, passando por mim com um encontrão e continuando a andar de nariz empinado até ao local onde seria servido o almoço.
avatar
Roy Denis


About Me
Idade: 22
Profissão: Estudante
Skills: Artista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de casamentos

Mensagem por Alessia Campbell em 30.08.17 22:38

Reparei que o fotógrafo tirou inúmeras fotografias, clicando diversas vezes no pequeno botão. Todos estavam sorridentes (eu incluída), mas duvidava que todos estivessem a fazer um esforço tão grande para manter o sorriso quanto eu.
A certo momento, senti a mão de Chloe no meu braço e olhei rapidamente para ela, tentando tranquilizá-la com o olhar. Desde que tudo estivesse controlado, eu ficaria bem - mesmo com todos aqueles olhares que fugiam na direção de Roy, que se encontrava ao meu lado, a sorrir também.
Quando finalmente o fotógrafo se deu por satisfeito, o grupo começou a dispersar, dirigindo-se para a tenda onde estavam servidas as entradas. Deixei-me ficar para trás, observando todos a conversar, divertidos, e a dar os parabéns aos recém casados quando passavam por eles.
Assim que vi Justine caminhar na direção de Roy, que agora estava a uns meros metros de distância, fiquei a observar a interação. Justine sempre fora a típica rapariga popular que aproveitava qualquer oportunidade para deitar os outros abaixo e, infelizmente, ser adulta parecia com que tivesse piorado.
No momento em que a vi proferir qualquer coisa para Roy e dar-lhe um encontrão, respirei fundo e comecei a andar na sua direção rapidamente, de forma a conseguir acompanhar-lhe o passo.
- Justine. - disse com uma voz elevada e leve como veludo. Assim que olhou na minha direção, sorriu-me com os seus dentes perfeitos e batom vermelho. - Gostaria de te relembrar que estás no casamento dos meus melhores amigos, enquanto convidada extra. - dirigi-lhe um sorriso, agora sarcástico. - Só relembrando. - encolhi os ombros docemente e afastei-me dela, caminhando até Roy. Não sabia exatamente o que estava a tentar provar, contudo, não conseguia vê-lo ali, tão sozinho. - Ali estão as entradas. - informei-o, ainda olhando na direção de Justine. - Se, hm, - fiz uma pequena pausa e olhei-o rapidamente. - precisares de um lugar para ficares sozinho, podes ir para o meu carro por um bocado. Percebo que os olhares sejam aborrecidos. - disse simplesmente, acabando por me afastar.
Logo vi Chloe caminhar na minha direção, dando-me um grande abraço antes de me conduzir até uma zona mais distante, onde tinha um baloiço pendurado em árvores.

---------- ❉ ----------

Families keep secrets.
♡ Home ♡ Telemóvel  To you 
avatar
Alessia Campbell


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de casamentos

Mensagem por Roy Denis em 30.08.17 23:00

Estava pronto para esquecer o que Justine me tinha dido quando vi Alessia ir atrás dela com uma expressão pouco amigável. Não consegui entender o que lhe disse, mas a loira fitou-me uma vez mais antes de se afastar dela e Essie veio ter comigo mais uma vez.
-Al-- - devo ter falado tão baixo que ela me cortou a palavra para me dizer que podia ir até ao seu carro. Não conseguia entender se ela estava a ser irónica, a tentar julgar-me pelo que tinha acontecido, ou se estava a ser realmente simpática, como era sempre. Não merecia isso, mas... Já não conhecia ninguém, mesmo que pensasse que sim. Abanei a cabeça, vendo-a afastar-se mas, felizmente, Tobias veio ter comigo.
-Esses teus olhos a olhar para ela... preocupam-me. - Admitiu. Enfiei ainda mais as mãos nos bolsos e fiz uma careta.
-Não é fácil voltar depois de ter deixado tudo e fingir que estamos todos iguais. - Respondi. - Obrigado por me convidares, Tobias. Confesso que não queria vir, ainda mal cheguei, mas é bom saber que não estás desiludido.
-Oh, mas eu estou desiludido. A única diferença é que ainda sou teu amigo.
- Respondeu, fazendo-me engolir a seco. Tobias sorriu. - Ela não mudou assim tanto, não te vai crucificar, mas também não esperes que entenda sem fazer perguntas. - Mordi o lábio inferior, vendo-a perto de um baloiço com a noiva.
-Parabéns pelo casamento. Eu sabia que o vosso namoro era para durar - sorri, apertando-lhe um ombro. - Vai ter com a tua mulher, eu vou atacar as entradas.
-Vais ficar?
- Perguntou para ter a certeza. Sorri levemente, lembrando-me das palavras de Alessia "se não voltares a desaparecer".
-Vou. - Assegurei, indo depois pegar num prato. Ela tinha razão, os olhares eram aborrecidos, mas não podia voltar a esconder-me, agora tinha voltado e se fosse embora de novo, era só mais um sinal de cobardia.
avatar
Roy Denis


About Me
Idade: 22
Profissão: Estudante
Skills: Artista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de casamentos

Mensagem por Alessia Campbell em 30.08.17 23:16

Enquanto sentia o vento brincar com o meu vestido, observei o tecido esvoaçar, preso por eu me encontrar sentada no baloiço.
- Penso que a Jasmine não me deu ouvidos quando pedi que não vos juntasse para o altar. - ouvi a voz de Chloe finalmente, depois de breves momentos de silêncio.
Olhei na sua direção e sorri-lhe docemente, acabando por encolher os ombros.
- Não te preocupes com isso. Estou bem. - assegurei. - É o teu casamento e só podes sentir coisas boas. Isso não incluí preocupação. - apontei para ela e fiz uma careta. - Estou a falar a sério. - assegurei, tentando-me não me rir quando ela começou a fazer caras engraçadas, como se estivesse assustada. - Para além disso, eu ouvi os rumores de que ele estava de volta. - confidenciei, olhando na direção de Roy, que agora estava a conversar com Tobias. A conversa parecia ter um cariz sério, mas controlado. - Era inevitável que eu fosse vê-lo, mais cedo ou mais tarde.
- Só quero que estejas bem. - Chloe disse-me, colocando-me a mão no braço. - Ainda nem tínhamos a certeza absoluta se ele iria aparecer. Só mantivemos a esperança de que sim. - olhou também na direção dos dois rapazes. - O Tobias iria ficar demasiado desiludido se ele não aparecesse, principalmente porque tinha a certeza de que ele cá estava.
Assenti levemente, compreendendo o que é que ela queria dizer. Saberia que, se fosse ao contrário, eu também iria querer que todos estivessem presentes, se fosse possível, independentemente de toda a situação estranha que nos envolvia.
Chloe estava pronta para acrescentar mais alguma coisa, mas fechou a boca quando Tobias caminhou na nossa direção com um pequeno sorriso.
- Olá, meninas. - cumprimentou, divertido, dando-me um beijo na testa e abraçando a mulher logo em seguida. - Como está tudo? - perguntou, virando-se na minha direção.
- Está tudo bem. - assegurei-lhe com um pequeno sorriso, tal como tinha feito com Chloe. - Vou dar-vos uns minutinhos. Tenham juízo. - levantei-me e pisquei-lhes o olho.
Confirmei que o vestido estava direito e depois caminhei até à tenda, conseguindo ver que Roy já se encontrava a comer algumas das entradas. Segui-lhe o exemplo, mantendo-me ligeiramente à distância e falando com todos os que vinham falar comigo.
Era possível reparar que algumas pessoas comentavam a presença de Roy, mas, se ele estava a ignorar tudo aquilo, eu não seria ninguém para me intrometer. Já bastava a breve indicação que dera a Justine.
- Alessia! - a voz animada da mãe de Chloe chamou-me e logo ela estava a arrastar-me por toda a tenda, apresentando-me a todos os membros da família que eu ainda não conhecia. Reparei que sempre que ela me apresentava um rapaz da minha idade que era seu parente, começava a enumerar diversas qualidades e feitos da vida dela. Eu limitava-me a sorrir, demasiado distraída para realmente me dar a oportunidade de ficar minimamente interessada.

---------- ❉ ----------

Families keep secrets.
♡ Home ♡ Telemóvel  To you 
avatar
Alessia Campbell


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de casamentos

Mensagem por Roy Denis em 30.08.17 23:57

As entradas de marisco conseguiram deixar-me mais descansado, eram tão boas que consegui ignorar todos os sussurros em que ouvia o meu nome. Era extraordinário em como as pessoas nem tentavam ser discretas. Vaguei pelas mesas em que algumas pessoas já estavam sentadas e procurei pelo meu nome escrito num papel que indicava onde tinha que me sentar. Não me surpreendi quando vi que não estava na de Alessia, mas revirei os olhos ao ver que a rapariga estava mesmo na mesa ao lado, num lugar em que quase conseguiríamos murmurar-lhe ao ouvido do outro de tão perto que estávamos.
Procurei-a com o olhar também, estava com uma mulher que reconhecia como mãe de Chloe. Ela também me deveria reconhecer, se não se tivesse esquecido da minha existência. Ainda me lembrava de quando íamos a casa dela fazer serões de filmes, pipocas e panquecas. Claro que eu e Tobias fugíamos logo para os computadores, para jogar jogos parvos que existiam na altura, mas elas estavam sempre por perto.
A mulher parecia estar a apresentar Alessia a alguém, que sorria momentaneamente para ser simpática com as pessoas com quem falava. Juntei as sobrancelhas ao ver um rapaz, possivelmente da minha idade, a tocar-lhe na mão e desviei logo o olhar.
Precisava mesmo de falar com ela, caso contrário nunca iria entender o que é que entendia - vergonha, preocupação, medo, ansiedade, nervos. Parecia que era tudo ao mesmo tempo.
Fechei os olhos, ouvindo um zumbido enervante na minha cabeça, algo que tendia a acontecer sempre que as coisas começavam a ser demasiado.
- Denis. - Abri os olhos. Adam tinha uma careta na face, talvez por eu estar a agir de forma esquisita. - Como é que estás, meu? - Perguntou, com um sorriso ao estender uma mão na minha direção. Cumprimentei-o ao bater-lhe no punho e assenti.
- Estou bem. Tu estás grande.
- Sim, eu jogo basketball agora... -
comecei a ouvi-lo. Se havia alguma coisa em Adam que não tinha mudado, era a sua vontade e gosto em falar. Eu podia não dizer uma palavra e ele continuava a falar.
Quando as horas começaram a passar e o almoço foi servido, fiquei sentado ao lado de Adam (que ainda contava a sua vida) e perto de Alessia, mas não tive coragem de a chatear para lhe perguntar se poderíamos falar.
-Atenção, atenção. - Alguns dos padrinhos começaram a bater nos copos. - Vamos dançar agora um bocadinho! - Tobias riu-se e levantou-se com Chloe. - Primeiro a dança dos noivos.
avatar
Roy Denis


About Me
Idade: 22
Profissão: Estudante
Skills: Artista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de casamentos

Mensagem por Alessia Campbell em 31.08.17 0:22

Depois das inúmeras apresentações, acabei por dizer à mãe de Chloe que deveria ir aproveitar enquanto as entradas ainda duravam. Ao reparar na escassez de camarões, ela lá começou a ir rapidamente na direção da mesa.
- Tenho mesmo que revelar à minha família que sou gay. - ouvi a voz de Liam dizer mesmo à minha beira e eu olhei para ele, acabando por me rir. - Jesus, deverias ter visto o quão desconfortável parecias. - continuou num tom divertido e segurou-me na mão por breves momentos. - Mas gosto em conhecer-te. - brincou.
Acabei por me rir, divertida com a sua forma de se exprimir. 
- Igualmente. - sorri-lhe e trocamos mais meia dúzia de palavras antes de sermos informados que iam começar a servir o almoço. Dirigi-me para o meu lugar, reparando que Roy estava na outra mesa, ouvindo Adam a falar sobre o que quer que fosse. Aquele rapaz era capaz de tornar tudo num assunto sem fim.
Foi alguns minutos depois de todos terem acabado de comer, que anunciaram a primeira dança dos noivos. Ambos tinham escolhido a música e, pelo que sabia, até tinham tido aulas de dança para se prepararem para aquele momento.
Chloe e Tobias riram com o barulho que os padrinhos faziam ao bater nos copos, animados com o anúncio, e dirigiram-se para o centro da pista.
Levantei-me para formar um círculo junto com todos os outros convidados, e logo os noivos começaram a sua primeira dança, deslumbrando-nos com o quanto tinham realmente andado a treinar.
Quando outras músicas começaram, todos se começaram a juntar em pares, dançando animadamente pela pista. Momentaneamente, permiti-me parar e observar tudo ao meu redor.
Tudo estava tão perfeito e eu conseguia sentir-me tão deslocada.
- Vamos lá, damas! - a voz animada de Chloe fez-se ouvir no microfone e, de repente, o espaço silenciou-se. Lembrei-me do combinado e olhei em redor, vendo que todas as raparigas estavam infiltradas entre a multidão. - Um, dois, três... - anunciou, fazendo um gestos para o DJ.
Logo todas nos estávamos a dirigir para o centro, para a beira de Chloe, e começávamos a dançar ao som de uma música country que tínhamos ouvido no bar, durante a despedida de solteiro. Aqueles passos eram tão típicos, que só nos faltavam as calças de ganga, as botas e o chapéu.
Permiti-me rir e esquecer tudo o que me preocupava naquele momento, seguindo todos os passos e fugindo quando alguma rapariga ameaçava vir na minha direção. Logo todas as primas dos noivos juntaram-se a nós, tentando seguir a coreografia.
- Todas as não casadas, para o centro. - o DJ anunciou por cima da música, e logo eu estava no conjunto de raparigas no centro da pista. Não iria esforçar-me por apanhar o ramo, dado toda a tradição que aquilo parecia envolver. - Três, dois, um... - contou, observando a trajetória do bonito ramo de Chloe. Vi algumas raparigas entusiasmadas a saltar na direção do ramo, causando risos por todo o lado do salão.
- Alessia! - ouvi a voz da mãe de Chloe gritar e, num momento de pura distração e preocupação pelo apelo ao meu nome, afastei-me ligeiramente do local onde me encontrava, sentindo o ramo bater-me no braço e ficar preso, por pouco.
Logo Chloe se virava na direção do grupo de mulheres.
- Oh meu Deus! - gritou, começando a rir-se tanto que era possível ver lágrimas nos seus olhos. - Não me acredito. - continuou, dando-me vontade de poder enrolar-me num cantinho e ficar completamente invisível. - Al! Ficaste com o meu ramo. - aproximou-se, falando num tom de voz alto e fino.
- Eu sei. - resmunguei, acabando por me rir com o seu entusiasmo. - Sabes que não me vou casar nos próximos cinquenta anos, certo? - perguntei, abanando a cabeça e olhando para as restantes participantes. - Lamento, meninas. Se eu sou a seguinte, vocês estão tramadas. - acabei por me rir.
Logo as danças continuavam e Chloe estava tão animada que me puxou para dançar, deixando o ramo na mesa do DJ.
- Espero que estejas pronta para o teu discurso. - brincou comigo, puxando-me pela pista e piscando o olho para Tobias, que nos observava depois de se ter encaminhado para a beira de Roy.
- Mais do que pronta. - assegurei com um sorriso. - Depois da leve vergonha que acabei de passar, prepara-te para pior. - ameacei, fazendo-a rir ainda mais.
Mais meia dúzia de voltas e logo Tobias estava a tirar-me a mulher dos braços, empurrando-me levemente para o local onde ele se encontrava antes.
- Vocês deveriam dançar um bocado também. - disse depois de passar por mim e Roy. - Mais esta música e temos os brindes e o bolo. - afastou-se graciosamente, levando Chloe consigo.
Olhei para Roy e depois para todas as pessoas que dançavam.
- Não tens que o fazer se não quiseres. - disse-lhe, afastando-me uns centímetros do seu corpo.

---------- ❉ ----------

Families keep secrets.
♡ Home ♡ Telemóvel  To you 
avatar
Alessia Campbell


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de casamentos

Mensagem por Roy Denis em 31.08.17 0:46

Quando a dança dos noivos começou, fui o último a levantar-me, com pouca vontade de ver fosse o que fosse. Tobias sempre tinha sido um romântico e isso comprovava-se pela música que tinha escolhido com Chloe. Dançavam uma música coreografada, mas lenta e se havia algo que eu não conseguia fazer, era aquilo. Estava prestes a virar costas e a sentar-me de novo, quando vi que as damas de honor e madrinhas se começavam a juntar, para uma música country que me fez rir. Alessia estava lá, a andar com as outras, e parecia feliz. Perguntava-me se ela teria sido miserável com a minha ausência, isso era algo que eu não queria, nem numa me perdoaria. Eu podia não ter tido escolha em sair da cidade, mas podia ter quebrado as regras e falado com ela, explicado o pouco que sabia da situação.
Tobias veio ter comigo quando a dança acabou e eu me ia sentar de novo.
- Porque é que não bebes um bocado? Descontraías e talvez não tivesses com essa cara. - Aconselhou.
- Queres ver-me bêbedo, é isso? Acredita que isso não seria bom, irias arrepender-te se seguisse os teus conselhos. - Sorri, mas ele pareceu mais sério.
- Eu ouço o que as pessoas dizem sobre ti, não te devia ter colocado nesta posição se não te sentias preparado para enfrentar toda a gente. Desculpa, Denis. - Pediu. - Só queria que estivesses neste momento importante.
Mordi o lábio inferior, desviando o olhar para Justine, que de vez em quando ainda me olhava como se me quisesse expulsar dali.
- Não me peças desculpa. Mais vale arrancar logo o penso da ferida do que andar a sentir dor aos poucos. - Respirei fundo, mas o ar prendeu-se no meu peito quando Alessia apareceu na minha visão. Tobias, vendo a minha reação, sorriu e foi ter com Chloe - ainda não tinha estado com ela e tinha que ver se a encontrava sozinha para lhe desejar felicidades - trazendo Essie para perto de mim, que antes dançava com a amiga.
Torci o nariz quando ele falou em dança, mas aproveitei o momento para me aproximar dela, disposto a fazer o sacrifício se isso significava que talvez pudesse falar com ela. Só queria que me dissesse alguma coisa, me fizesse perguntas, me chamasse nomes, queria que ela deixasse de ser tão educada e mostrasse o que é que sentia.
- Oh, vá lá, continuo um excelente dançarino. - Ironizei, estendendo-lhe a mão para que aceitasse a dança.
avatar
Roy Denis


About Me
Idade: 22
Profissão: Estudante
Skills: Artista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de casamentos

Mensagem por Alessia Campbell em 31.08.17 9:43

O mundo parecia girar um bocadinho mais rápido naquele momento, como se estivesse a rir-se da minha cara. Ali estava eu, cinco anos depois, no casamento dos meus melhores amigos, com Roy a dizer-me:
- Oh, vá lá, continuo um excelente dançarino.
Estava a ser irónico, eu sabia que sim, mas nem consegui pensar em recusar no momento em que me estendeu a mão. Soltei um fraco suspiro e deixei que me guiasse para um sítio em que pudéssemos dançar, já que ainda estávamos muito perto das mesas.
A música tinha uma batida moderada, pelo que se viam pessoas a dançarem sozinhas, mas também havia quem tivesse escolhido estar agarrado ao seu par. Eu não sabia exatamente o que fazer. Seria estranho, talvez, eu imitar estes últimos, mas tinha medo da sua reação. E da minha, para ser honesta. Tinha passado tanto, tanto tempo...
Abanei ligeiramente a cabeça, recusando-me a dar ouvidos aos meus pensamentos. Não poderia continuar assim, pelo meu próprio bem. Já bastara todos os momentos baixos que tinha tido ao longo dos últimos cinco anos. Não poderia, sem sombra de dúvida, voltar a essas alturas.
- Já vi pior. - acabei por dizer, longos minutos depois, ainda sem me ter decidido exatamente de como é que deveríamos estar a dançar. Olhei rapidamente em volta e voltei a exalar um suspiro, optando por deixar que fosse Roy quem decidisse.

---------- ❉ ----------

Families keep secrets.
♡ Home ♡ Telemóvel  To you 
avatar
Alessia Campbell


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de casamentos

Mensagem por Roy Denis em 31.08.17 11:55

Levei-a até ao centro da pista de dança, observando pelo canto do olho as pessoas que dançavam em pares, para as imitar de alguma forma. Ela não estava confortável, eu não estava confortável, aquilo tinha tudo para ser constrangedor.
Pousei acima da sua cintura, sem querer abusar nos sítios onde tocava. Ali eu conseguia sentir a sua respiração, a forma como suspirava, e conseguia ver os seus olhos que mal me conseguiam olhar de volta.
Sorri levemente ao ouvi-la falar. - Pelo menos, os teus pés ainda estão intactos - murmurei. Pressionei os meus lábios um no outro, sem saber como começar uma conversa com ela. - Essie... - foi a minha vez de suspirar - desculpa.
avatar
Roy Denis


About Me
Idade: 22
Profissão: Estudante
Skills: Artista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de casamentos

Mensagem por Alessia Campbell em 31.08.17 12:03

Foi Roy quem acabou por me agarrar pela cintura. Conseguia sentir o quão cuidadosas as suas mãos estavam a ser, e eu meio que agradecia por isso, já que não saberia qual seria a reação do meu corpo ao seu toque daquela maneira.
Aproximei-me mais dele, de forma a não parecermos dois estranhos completos e não chamarmos ainda mais a atenção para nós, e abanei ligeiramente a cabeça quando o ouvi murmurar sobre ainda ter os pés intactos.
Finalmente olhei para ele quando me chamou pelo apelido, aquele apelido que pouca gente ainda usava. Essie. Essie. Parecia que tinha sido uma palavra praticamente banida na minha vida, dada todas as memórias que me obrigava a reviver sempre que ouvia o simples nome.
Roy soltou um suspiro e depois, de certa forma, acabou por dizer exatamente aquilo que eu já estava a prever.
- Desculpa. - pediu.
Engoli em seco e desviei o olhar, levando breves segundos a reunir coragem para conseguir falar.
- Esse pedido de desculpas vem cinco anos atrasado. - consegui dizer, tentando manter um tom de voz baixo e neutro, mesmo que me estivesse a dor profundamente dizer aquelas palavras. Mantive-nos a mover o corpo de um lado para o outro na pista, sem realmente me preocupar em acompanhar o ritmo da música. Estavam todos demasiado distraídos no seu pequeno mundo para reparar em nós agora.
Eu não queria ser uma cabra com Roy. Muito pelo contrário. Mas não seria eu quem fingiria que a sua ausência não me tinha afetado, fosse de que maneira fosse, porque haviam dias em que tudo o que eu queria é que tudo aquilo não passasse de um pesadelo.

---------- ❉ ----------

Families keep secrets.
♡ Home ♡ Telemóvel  To you 
avatar
Alessia Campbell


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de casamentos

Mensagem por Roy Denis em 31.08.17 12:57

Desviei rapidamente o meu olhar do dela, depois de me dizer que o meu pedido de desculpas vinha cinco anos atrasado. Respirei fundo, procurando Tobias e Chloe, que dançavam divertidos, embora aquela música fosse ligeiramente mais lenta.
Eu merecia aquilo. Não tinha tido muitas oportunidades para falar com os meus amigos depois dos meus pais voltarem para França; a minha mãe tinha-me tirado o telemóvel e o computador, como se tivesse de castigo e fosse eu o culpado daquela situação toda, o meu irmão também sofreu o mesmo, sem conseguir contactar ninguém. Foi assim durante meses até eles confiarem em nós o suficiente para não falar com ninguém do passado. Mesmo assim, tinha conhecido pessoas com acesso a telemóveis, podia ter pedido... podia tê-la contactado, por isso, não tinha desculpa para não dar novidades.
- Desculpa estar atrasado. - Foi a única coisa estúpida que me lembrei de dizer. Ali não era o melhor sítio para conversarmos e para lhe explicar o pouco que sabia, mas sempre era uma forma de estar perto dela e lhe implorar para que, no mínimo, me deixasse estar por perto.
Apercebi-me que o meu corpo estava parado e voltei a movimentar-me mais lentamente, com a cabeça demasiado ocupada para conseguir coordenar o meu corpo. - Não queria que as coisas fossem assim.
avatar
Roy Denis


About Me
Idade: 22
Profissão: Estudante
Skills: Artista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de casamentos

Mensagem por Alessia Campbell em 31.08.17 13:24

Engoli em seco quando, mais uma vez, a voz de Roy se fez ouvir, pedindo-me desculpas, agora pelo atraso do seu pedido inicial.
Tentei falar alguma coisa quanto a esse pedido, mas não fui capaz. Nenhuma palavra me saiu pela boca, deixando o nosso pequeno mundo em silêncio, enquanto todos os outros dançavam, conversavam e riam, ao sabor da música que se fazia ouvir pelo salão.
- Não queria que as coisas fossem assim. - ouvi-o dizer, momentos depois.
Atrevi-me a levantar o meu olhar, encarando-o. Ele parecia distraído, completamente submerso nos seus pensamentos.
- Nem eu, Roy. - acabei por dizer, sem deixar de o encarar. A minha voz era baixa e parecia tão fraca, principalmente se comparada com o ambiente animado que nos rodeava. - Mas tanto tu, como eu, sabemos que não é de um pedido de desculpas que eu estou à espera pelos últimos cinco anos. - atrevi-me a murmurar, desviando o olhar.
Como não queria ver-me enfrentada pela plena felicidade de todos os outros convidados, aproximei-me mais de Roy e pousei a minha testa no seu ombros, fechando os olhos e deixando que fosse ele quem nos conduzia pelo pequeno espaço que tínhamos declarado como nosso.
Não sabia como me sentir naquele momento, mas sabia que não seria ali que iríamos ter a conversa pela qual eu esperava.

---------- ❉ ----------

Families keep secrets.
♡ Home ♡ Telemóvel  To you 
avatar
Alessia Campbell


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de casamentos

Mensagem por Roy Denis em 31.08.17 13:58

Se respirasse fundo com muita força, a ansiedade no meu peito parecia desaparecer, mas era apenas por alguns segundos até voltar outra vez para me atormentar e deixar a minha mente em branco.
Era bom que as pessoas estivessem chateadas, desiludidas, não ia ser perdoado tão facilmente, mas isso era bom, não era? Parte de mim conseguia ver o lado bom nisto todo, há cinco anos atrás, mesmo tendo os melhores amigos que podia ter, sentia-me sozinho - sentia que as pessoas não gostavam de mim como eu era. Agora sabia que gostavam. Essie, Tobias, Chloe, gostavam.
Não estava à espera que ela se aproximasse tanto a mim e encostasse a sua cabeça junto ao meu ombro, mas deixei-me relaxar um pouco, o máximo que conseguia, que não era muito, e fechei os olhos, sendo a minha vez de encostar o meu queixo à sua cabeça, balançando-nos devagar e com cuidado, para não ir contra mais nenhuma pessoa.
- Mas um pedido de desculpas é tudo o que te posso dar agora. É tudo o que tenho. - Engoli em seco, envolvendo os meus braços à sua volta, ainda de olhos fechados. - Se me quiseres dar uma oportunidade para falar, podemos fazê-lo depois do casamento acabar.
avatar
Roy Denis


About Me
Idade: 22
Profissão: Estudante
Skills: Artista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de casamentos

Mensagem por Alessia Campbell em 31.08.17 14:09

Consegui reparar pela sua linguagem corporal o quão admirado ficou com a minha proximidade. Não queria que ele entendesse aquilo como um "estás perdoado", mas também não lhe iria dizer a razão da minha proximidade - começava a ficar tonta com a emoção. Não sabia mais o que sentir - estava feliz por estar ali, mas desiludida com tudo o que tinha acontecido. O que é que deveria prevalecer? Para além disso, existiam tantos outros sentimentos, alguns deles que eu nem era capaz de identificar, mesmo que eu fizesse um grande esforço para isso.
Os braços de Roy rodearam-me e senti o seu queixo encostar-se à minha cabeça. Imaginava-o de olhos fechados, perdido em pensamentos, tal como eu estava naquele momento. Imaginava, ainda, que, por breves segundos, poderíamos estar sozinhos. Como se tivéssemos tido outra chance, outro reencontro.
- Eu não sei o que pensar. - fui sincera, apesar de continuar a murmurar, apenas alto o suficiente para ele ser capaz de me ouvir. A música estava a acabar. O momento iria acabar junto. Eu sabia que sim. - Por agora... - disse, mordendo o lábio inferior e levantando a cabeça com cuidado para o olhar. - Vou aceitar o que tens a oferecer. Mesmo que não seja aquilo que eu estou à procura. - abanei ligeiramente a cabeça. - Não está tudo bem, Roy. Mas eu realmente preciso de ouvir o que tens para me dizer. - suspirei e olhei rapidamente para as outras pessoas, que continuavam na sua bolha de animação. Ou talvez fossemos nós quem estava numa bolha de nostalgia e tristeza. - Depois. - concordei, voltando a olhá-lo. - Promete-me. - pedi, num breve momento de desespero, sem levantar o meu tom de voz. - Mas cumpre. Porque, se desapareceres outra vez... - abanei a cabeça e engoli em seco, incapaz de continuar a dizer fosse o que fosse.

---------- ❉ ----------

Families keep secrets.
♡ Home ♡ Telemóvel  To you 
avatar
Alessia Campbell


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de casamentos

Mensagem por Roy Denis em 31.08.17 14:58

Afastei-me apenas o suficiente para a conseguir olhar ouvir o que tinha a dizer. A música acabou e eu parei, mas não a larguei, sentia que se a largasse agora era como se tivesse ido outra vez embora.
Assenti, olhando inconscientemente para o relógio que havia na parede. Com todas as danças e festejos era quase hora do jantar, depois disso Tobias e Chloe iam cortar o bolo e as festa acabava. Não tinha tanto para contar quanto gostaria, mas havia coisas recentes que ainda pouca gente sabia. Sobre a altura em que tinha fugido com a minha família, ninguém me contava nada. Essa era uma das razões pela qual tinha voltado, pretendia descobrir tudo o que a minha mãe me escondia há anos. Essie provavelmente também tinha coisas para me contar, sabia que havia rumores, nem todos verdadeiros, que se diziam sobre mim e os meus pais.
Engoli em seco, ouvindo-a implorar-me para ficar, ficar a sério, sem desaparecimentos.
- Eu prometo e vou cumprir - murmurei, afastando-me aos poucos. - Não vou desaparecer nunca mais - prometi.

---------- ❉ ----------

avatar
Roy Denis


About Me
Idade: 22
Profissão: Estudante
Skills: Artista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de casamentos

Mensagem por Alessia Campbell em 31.08.17 15:19

A música acabou, mas ele não me largou. Continuou a segurar-me, olhando-me nos olhos, enquanto me prometia ficar e nunca mais ir.
Abanei a cabeça tristemente e dei um passo para trás.
- Não faças promessas que não podes cumprir, Roy. Eu deixei de acreditar em "nunca" e "para sempre". - informei-o tristemente.
Quando todos começaram a dispersar e a dirigir-se para os seus lugares na mesa, observei Tobias e Chloe a pararem e olhar em redor, como se estivessem a absorver tudo daquele dia, que estava quase a acabar.
- Hora da surpresa. - disse rapidamente, afastando-me de Roy e caminhando até aos recém casados, finalmente rebentando a nossa pequena bolha de solidão e voltando para o mundo real. - Olá. - cumprimentei com um pequeno sorriso e apontei para a mesa deles. - Precisamos que se sentem. Há uma pequena surpresa. - sorri-lhes docemente.
Observei as suas feições admiradas enquanto caminhavam para os seus lugares. Logo a mãe de Chloe caminhou em direção ao pequeno palco, pegando no microfone.
- Olá a todos. - cumprimentou com um sorriso e fez-me um gesto para eu ir para a sua beira. - Primeiro, desejo toda a felicidade do mundo para os recém casados. - sorriu. - Tobias, sabes que já fazes parte da minha família há muito tempo, mas sê bem-vindo. - sorriu, limpando as lágrimas nos cantos dos olhos.
Ao ver que não ia continuar a conseguir falar sem chorar, passou-me o microfone e sorriu-me, dando-me a mão.
- Foi pedido que eu fizesse um discurso. - comecei calmamente, recusando-me a olhar em redor da sala, pelo que me concentrei nos olhos lacrimantes dos meus melhores amigos. Senti a mãe de Chloe largar-me a mão e desviei o olhar, vendo-a sair do palco e sentar-se na cadeira junto ao mesmo. - Como não acho que seria capaz de falar o quão vocês significam para mim sem que começasse a chorar... - continuei, voltando a concentrar-me neles. - Decidi que vou ser sucinta. - sorri para Chloe, piscando-lhe o olho. Olhei para o DJ e afastei-me de frente da tela, vendo-a ser iluminada pelo vídeo que andara a preparar durante meses. - Este é o meu obrigado. - disse, controlando as lágrimas. - E os meus parabéns. - sorri e saí do palco também, desligando o microfone.
Logo Chloe e Tobias me chamavam para a beira deles e o vídeo começou, cheio de fotografias. Das mais antigas às mais recentes. Fotografias deles com a família, com amigos. Fotografias em que até Roy aparecia (razão pela qual eu chorara imenso na preparação daquilo). As fotografias dos últimos cinco anos eram mais escassas, mas continuavam ali. Quem observava atentamente, conseguia ver, que, mesmo felizes, havia uma diferença em todos nós, mas, principalmente, em mim.
A última parte do vídeo era uma gravação de meros segundos. Tinha sido gravada por Roy a partir do meu telemóvel, e estávamos numa festa. Não nos encontrávamos bêbados, mas a animação estava presente.
- I love you. - gritei, animada entre os dois, no vídeo. Na altura, estava a falar tanto para eles, que estavam cada um do meu lado, como para o adolescente por detrás da câmara.
E o ecrã ficou preto e a sala às escuras, enquanto eu sentia os abraços deles e não era capaz de controlar mais as lágrimas silenciosas que me desciam pelas bochechas.

---------- ❉ ----------

Families keep secrets.
♡ Home ♡ Telemóvel  To you 
avatar
Alessia Campbell


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de casamentos

Mensagem por Roy Denis em 31.08.17 21:43

Alessia partia um bocadinho de mim sempre que se mostrava negativa e magoada comigo. Dizia a mim mesmo que merecia, mas isso não deixava de me deixar triste e de me sentir ainda mais culpado.
Tive que me afastar dela quando também se afastou de mim, já com os olhos postos nos recém casados, dizendo que estava na hora da surpresa. As minhas mãos, já sem propósito, foram parar novamente aos bolsos das calças e voltei para o meu lugar designado, olhando para onde estava a mãe da noiva.
Tinha ciúmes de Tobias, tal como a mãe de Chloe tinha dito, ele pertencia à família há muito tempo, ele sempre fora bem acolhido, mas por alguma razão... eu nem sempre tinha sido bem recebido em todas as famílias. Mesmo assim, não conseguia deixar de sorrir ao ver a felicidade que existia entre o casal, era como voltar ao passado, vê-los ainda juntos ajudava-me a sentir-me mais integrado de novo.
Foquei a minha atenção em Alessia quando começou a falar, desviando o olhar para uma tela assim que uma imagem começou a aparecer. Levantei as sobrancelhas, com o coração apertado, assim que vi as primeiras fotos. Eram fotografias antigas, algumas ainda as tinha, outras tinham sido queimadas pela minha mãe, numa fase em que ela queria destruir tudo o que pertencia à cidade. Engoli em seco, apertando as mãos umas nas outras. Aquelas imagens traziam memórias que nem sabia que tinha. Baixei a cabeça, passando ambas as mãos pela cara, forçando-me a ver tudo até ao fim.
- Meu, estás a chorar? - Perguntou baixinho Matt, que continuava ao meu lado. Levantei as sobrancelhas e revirei-lhe os olhos.
-Não! - Neguei, apesar das minhas mãos estarem húmidas depois de as ter passado pelas bochechas.
Respirei fundo, voltando a observar as imagens; estas já eram de quando quatro membros passaram a ser apenas três, variando com um ou outro amigo que aparecia sem nunca permanecer. Doía, mas já tinha chegado preparado para que doesse.
Surpreendi-me quando, no fim, a música acabou e um fragmento de um vídeo que eu conhecia ressoou pelas colunas. Havia música e os nossos gritos por trás, mas o que era importante, eram as palavras de Alessia - as palavras que eu nunca entendi para quem eram. Mordi o lábio inferior, virando-me de novo para a mesa, já que tinha observado tudo de costas, e respirei fundo. A minha vontade, depois daquelas emoções todas, era de sair, mas tinha prometido que ia ficar, por isso, limitei-me a baixar a cabeça e olhar para o papel com o nome à minha frente.




---------- ❉ ----------

avatar
Roy Denis


About Me
Idade: 22
Profissão: Estudante
Skills: Artista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de casamentos

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum